Lançamento do Livro: História do Bairro São Francisco, no Largo São Sebastião.

Compartilhe:

O economista e ex-deputado federal José Ricardo Wendling realizará mais um lançamento do Livro: História do Bairro São Francisco, que retrata o surgimento, a cultura, o espaço geográfico, dentre outros aspectos, desse importante bairro da Zona Sul de Manaus. Desta vez, o lançamento acontecerá na Banca do Largo Joaquim Melo.

A Banca do Largo, considerada uma livraria renomada e que faz parte da história da capital amazonense, possui o mais completo acervo sobre assuntos que envolvem a Amazônia.

Além disso, Joaquim Melo, proprietário da banca, falecido este ano, esteve à frente de várias edições do projeto Tacacá na Bossa, evento cultural realizado nas noites de quartas-feiras, no Largo de São Sebastião, que tem movimento a participação de mutidões na praça.

SOBRE O LIVRO

São Francisco é um bairro que começou na década de 1950, com a vinda de moradores de outras localidades da cidade de Manaus e do interior do estado. E ali foram constituindo famílias, moradias e até comércios. Um bairro que foi sendo urbanizado, a partir da luta e organização dos próprios moradores.

Para José Ricardo, é muito importante deixar registrado para futuras gerações a história dos bairros onde vivem e que novas vidas e histórias serão construídas, e assim valorizar o lugar onde se mora. “Em Manaus, existem vários bairros que merecem ser valorizados. E São Francisco se destaca porque é um bairro que foi referência no esporte, no folclore e na religião. Portanto, é preciso valorizar o lugar que a gente mora, tornando-o cada vez melhor para se viver com a família, com segurança e tranquilidade. E essa é uma contribuição que estou dando ao bairro, pelo fato de ter morado mais de duas décadas no São Francisco”. E destacou: “Fazer mais um lançamento deste livro, e desta vez na Banca do Largo, é valorizar mais ainda a cultura e a existência desse bairro tão importante para nossa cidade”, disse Zé Ricardo.

O livro também faz uma justa homenagem aos moradores da localidade, são centenas de famílias que ali residem e que, de alguma forma, ajudaram na construção do bairro de São Francisco, tornando-o o que ele é hoje, de grande importante para o estado, contribuindo com a economia do Amazonas e até sediando órgãos públicos de grande relevância para sociedade amazonense. Como é o caso das escolas Getúlio Vargas e Márcio Nery, como ainda da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), instituições que atendem a toda população.

A obra também apresenta aos leitores a contribuição do bairro com a cultura popular e artística do Amazonas. São agremiações folclóricas, cantores e artistas plásticos moradores de São Francisco que, com seus talentos e dedicação, contribuíram para o fortalecimento da cultura amazonense. Como é caso do Boi Bumba Corre-Campo e da Escola de Samba Primos da Ilha, que têm parte de suas histórias contadas no livro. Como também a vida do artista plástico Marius Bell, que ilustrou os cartazes dos filmes que eram exibidos nos antigos cinemas de Manaus. E do cantor Cileno, conhecido em quase todo país por suas belas músicas, que também é filho do bairro de São Francisco.

Sobre religiosidade, São Francisco se destaca como uma área rica em adversidades religiosas. A igreja católica do bairro, por exemplo, é referência de fé e devoção, com suas atividades e eventos religiosos, que atraem milhares de fiéis. Assim também as igrejas evangélicas com numerosos seguidores. E ainda a forte presença das religiões de matrizes africanas, com suas lideranças são personagens históricos respeitados em todo Amazonas.

Esses e outros destaques sobre o bairro São Francisco estão no livro que será lançado nesta quinta-feira, 22 de junho, às 19h, na Banca do Largo Joaquim Melo, que fica na Rua José Clemente, 573, praça São Sebastião, Centro.

Mais informações:
José Ricardo – 99112-1313
Jane Coelho – 98821-2885

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6409