Escola Estadual de Tempo Integral organiza 2ª edição do Minimuseu da Língua Portuguesa

Compartilhe:

O projeto, iniciado em 2022, foi idealizado para despertar nos estudantes maior interesse pela língua materna

 

Alunos do 6º ano do Ensino Fundamental da Escola Estadual de Tempo Integral (EETI) Altair Severiano Nunes, localizada na zona centro-sul de Manaus, participaram da 2ª edição do “Minimuseu da Língua Portuguesa”. Ação tem o objetivo de aproximar os estudantes do universo que envolve a língua portuguesa e a identidade nacional. A 1ª edição, que ocorreu em 2022, contou com o apoio do Museu da Língua Portuguesa de São Paulo.

O projeto, coordenado pelo professor de Língua Portuguesa da unidade de ensino, Adriano Silva, foi idealizado para despertar nos alunos maior interesse pela língua materna e pelos países da comunidade lusófona, composta pelos povos e nações que compartilham a língua e a cultura portuguesas.

De acordo com o coordenador da iniciativa, após a pandemia, os alunos pareciam estar desmotivados em relação à leitura e à escrita. Buscando incentivá-los, o docente organizou o Minimuseu com a ajuda dos estudantes. Para ele, a empolgação dos alunos demonstra o êxito do projeto.

“Os alunos ficaram super empolgados em participar. Eles ficaram responsáveis por pesquisar também sobre os países que falam português e perceberam que não estão sozinhos no mundo com essa língua que faz parte da disciplina (que estudam), que faz parte da própria identidade (de todos nós)”, declarou o professor.

Na ocasião, os estudantes do 6° ano buscaram simular o espaço do museu dentro do auditório da escola, fazendo exposições com cartazes, banners, faixas e projetor de imagem, para que o restante dos discentes da escola visitassem o espaço e produzissem relatórios. Um dos trabalhos apresentou a “Linha do tempo da Língua Portuguesa”, que mostrou como surgiu as línguas em 5.000 a.C. até os dias atuais.

Para o aluno Vitor Corrêa Jovino de Freitas, que participou da organização, o evento é um incentivo para que os estudantes busquem ler e escrever mais e para que entendam mais sobre sua identidade linguística.

“Eu gostei que a gente relembrou um pouco a história da Língua Portuguesa e foi como uma aula escrita do que eu aprendi no Ensino Fundamental 1 (1° ao 5° ano). Isso me incentivou a querer escrever mais, a querer aprender mais a Língua Portuguesa, que eu acredito que é muito importante para nós”, afirmou o discente.

A 1ª edição, que ocorreu em agosto de 2022, contou com o apoio do Museu da Língua Portuguesa de São Paulo, que enviou 12 livros do museu para enriquecer o contato dos alunos com a história do português. Os materiais foram novamente expostos nesta edição.

O evento também tem como objetivo comemorar três datas importantes: o Dia Mundial da Língua Portuguesa, celebrado em 5 de maio; o Dia da Língua Portuguesa, no dia 10 de junho; e o Dia Nacional da Língua Portuguesa, que ocorre em 5 de novembro.

FOTOS: Euzivaldo Queiroz / Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6535