Tendências das redes sociais que podem ajudar a bombar sua marca em 2022

Compartilhe:

Em 2022, as redes sociais continuarão com um papel muito importante na comunicação das marcas com o seu público e existem algumas dicas e tendências que podem fazer o empreendedor “bombar” no mundo digital no ano que vem. Mas é bom ficar atento para não continuar com as ações que não trazem mais resultados ou estão obsoletas.

A gestora de redes sociais e fundadora da Faz Teu Nome, Wanessa Castro, explica que existem muitas tendências que podem ser seguidas para você obter bons resultados. E como manter a identidade da marca com tantas mudanças no mercado e nas redes?

“Algumas características da marca são imutáveis, como por exemplo os valores da marca. Se a marca tem um valor, como por exemplo, defender o feminismo ou alguma outra luta social, isso não vai mudar independente de como ela vai se comunicar. Agora, é importante não esquecer de utilizar os novos métodos de comunicação para aumentar o poder de alcance porque nós temos que reconhecer que a forma de consumo mudou completamente. Inclusive, nos últimos dois anos isso tem mudado mais ainda por causa da pandemia. As pessoas estão mais na internet, as vendas on-line tiveram um ‘boom’ de crescimento e a forma de comunicação hoje é diferente”, destaca Wanessa Castro.

A forma de comunicação da marca mudou. O que antigamente era só uma demonstração do produto por meio das redes sociais, agora se tornou uma conversa aberta com o cliente. Em uma propaganda de tv, a marca apenas exibe seu produto com seu preço e pronto. Já na internet, a resposta é imediata, seja positiva ou negativamente.

“As redes sociais não foram criadas para realizar vendas, elas foram criadas para gerar relacionamento. E cada vez mais existe essa exigência de interação com o público. Quando você oferece um produto na internet, os clientes podem dar um feedback imediato através dos comentários e podem compartilhar sua postagem falando bem ou mal da marca. Por isso, é tão importante entender o público alvo e acompanhar as tendências atuais para alcançar os objetivos e impactar positivamente o seu cliente”, destaca a gestora de mídias”.

Da terapia à renda extra

Camila Alves transformou um hobby em fonte de renda em 2021. Ela, que aprendeu a fazer crochê com a avó, decidiu atender pedidos de amigas que ficaram encantadas com as peças únicas que ela começou a produzir para montar looks exclusivos. O primeiro passo foi montar uma lojinha virtual, a Closed Garden Bolsas, no Instagram, para vender bolsas de crochê. Com conhecimento em comunicação, a jovem empreendedora sabe da importância de conhecer seu público alvo e saber quais tendências servem para sua marca.

“Eu quis começar com um grande lançamento de bolsas de crochê feitas por encomenda, do jeito que o cliente queria. O primeiro passo para ter contato direto com as clientes foi mergulhar nas redes sociais como oportunidade de negócios. E tenho recebido tantas encomendas, que agora passei a produzir em larga escala para atender as clientes com modelos prontos. Para estar sempre preparada, fico atenta as novidades do mercado e busco aplicar nas minhas publicações para sempre manter o engajamento da minha marca”

Qual rede social explorar?

A gestora de redes sociais enfatiza que é bom que a marca esteja em várias plataformas para alcançar mais clientes, como Instagram, Tik tok, Youtube ou Facebook. Ela ressalta que os vídeos curtos são uma tendência/realidade que vai se confirmar e ganhar mais espaço em 2022.

“Antes de escolher quais redes sociais vai utilizar, o empreendedor deve avaliar onde o seu público está. Alguns formatos, como é o caso das redes sociais mais ‘jovens, são utilizadas, em sua maioria, por pessoas mais novas. Já outras abrem mais o leque de opções conforme idade e status social. O formato IGTV, por exemplo, não teve muito sucesso este ano. A plataforma Instagram ainda tentou fazer esse formato vingar, mas não conseguiu. Já o Tik Tok faz sucesso pelo formato de vídeos pequenos e pode ser facilmente explorado pelas marcas”, destacou Wanessa Castro.

Compartilhe: