‘São orientações que vão nos ajudar a vender mais’, diz empreendedora em capacitação do Governo do Amapá para a 52ª Expofeira

Compartilhe:
Iolanda Sarmento, 57 anos, se organiza para comercializar alimentos nos dez dias de programação no Parque de Exposições da Fazendinha.
Por: João Clésio

As empreendedoras do ramo alimentício Iolanda Sarmento, 57 anos, e Evanil Monteiro, 53 anos, acompanharam nesta segunda-feira, 25, o primeiro dia de capacitação do Governo do Amapá para os mais de 360 trabalhadores que vão atuar na 52ª Expofeira.

O treinamento inclui orientações sobre cuidados com a segurança, manipulação de alimentos, vendas, destinação do lixo e informações gerais sobre o evento, que começa na sexta-feira, 29, no Parque de Exposições da Fazendinha.

A capacitação segue na terça-feira, 26, em parceria com o  Sebrae para empreendedores que foram selecionados por meio de edital divulgado pela Secretaria de Estado de Trabalho e Empreendedorismo (Sete) para incentivar a geração de renda na Expofeira.

“São orientações importantes e que vão nos ajudar a trabalhar com mais eficiência nas vendas de nossos produtos. Vamos investir R$ 4 mil na compra de itens para o preparo de comidas típicas, refrigerante e água mineral para comercializar nos dez dias da expofeira”, afirmou Iolanda.

Mais conhecimento

Na capacitação, o Procon Amapá repassou orientações sobre a importância de ter nos espaços dos empreendedores um exemplar do Código do Consumidor, atenção quanto ao preço dos produtos, qualidade, quantidade, formas de pagamento, entre outras informações.

A equipe do Corpo de Bombeiros do Amapá orientou a respeito dos cuidados na hora do uso do gás de cozinha, microondas, instalações elétricas e a principalmente do uso do extintor de incêndio.

“Vamos estar presentes na expofeira, mas é essencial reforçar nos empreendedores conhecimentos básicos sobre cuidados contra incêndio e as precauções de segurança”, pontuou a sargento do CBM/AP, Aline Bastos.

 

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) tratou de forma lúdica sobre a preocupação com o acondicionamento e a destinação correta do lixo.

“A Expofeira gera um grande volume de consumo de alimentos e por tabela a demanda de resíduos aumenta. Dar uma destinação correta é fundamental”, avaliou o educador ambiental da Sema, Renato Brasiliense.

Uma das novidades apresentada aos empreendedores é a coleta seletiva do lixo. São vários pontos de coleta que serão instalados ao longo do Parque de Exposições de Fazendinha, inclusive com tenda sustentável para reciclagem de vidro.

O primeiro dia do ciclo de palestra encerrou com orientações da Vigilância Sanitária de Macapá. Os empreendedores foram informados da importância de ter o atestado de saúde e uso de equipamentos de proteção como álcool em gel, luvas, toucas e avental nos espaços de venda e manipulação de alimentos.

“Fechamos o primeiro dia de palestras de forma positiva. Todos os participantes receberam informações valiosas, que vão ajudar este segmentos a trabalhar dentro das normas de higiene, segurança, ambiental, sanitária e do consumidor”, destacou Ezequias Costa, secretário de Estado do Trabalho e Empreendedorismo.

Na terça-feira, 26, o Sebrae Amapá vai orientar empreendedores de alimentos e bebidas em geral a respeito do atendimento com excelência para vender mais e boas práticas de manipulação de alimentos.

À tarde, das 14h30 às 17h, os artesãos e trabalhadores da economia solidária serão capacitados pelo Sebrae a respeito das técnicas de ambientação e exposição de produtos.

Fotos: ASCOM SETE/SECOM
Legenda: Iolanda Sarmento (de óculos) vai comercializar comidas típicas


Secretaria de Estado da Comunicação – SECOM

   Portal Governo do Amapá
 @governoamapa
 /governo.ap 

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6524