PC-AM prende segundo envolvido na morte de motorista de aplicativo sequestrado e queimado vivo

Compartilhe:

O crime ocorreu no dia 27 de março deste ano no ramal do Brasileirinho, bairro Jorge Teixeira

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), prendeu na quarta-feira (10/07) Jeremias Guilherme Batista do Nascimento, 20, por envolvimento na morte do motorista de aplicativo Mizael da Silva Lima, 49, que foi sequestrado e queimado vivo dentro de um carro no ramal do Brasileirinho, bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus. O crime ocorreu no dia 27 de março deste ano.

De acordo com a delegada Marília Campello, adjunta da DEHS, na ocasião do crime, Ingrid Sales da Silva, 34, que era companheira de Mizael, saiu de casa deixando a porta aberta para seu irmão Leonardo Salles da Silva, juntamente com Jeremias Guilherme e Maik Figueiredo, conhecido como “MK”, entrarem na residência. Os três indivíduos amarraram a vítima e a levaram para dentro do veículo e foram em direção ao ramal.

“Chegando ao local, eles atearam fogo no carro com Mizael dentro, agonizando. Ele conseguiu sobreviver, foi socorrido e levado a uma unidade hospitalar, onde permaneceu cerca de 30 dias internado, porém não resistiu aos ferimentos e faleceu no dia 25 de abril”, relatou a delegada.

Conforme a autoridade policial, as investigações apontaram que a motivação do crime seria uma vingança pessoal de Leonardo Salles da Silva, irmão de Ingrid, que foi presa em junho deste ano pela participação na ação criminosa.

“No decorrer das investigações, constatamos que Leonardo tinha envolvimento com o tráfico de drogas, sendo integrante de um grupo criminoso, onde Maik e Jeremias atuavam como soldados. Ingrid, irmã de Leonardo e esposa da vítima, está presa por aceitar e participar ativamente do crime”, relatou Marília.

Com base nos dados coletados, foi representada à Justiça a prisão dos indivíduos. Jeremias Guilherme Batista do Nascimento foi preso no bairro Monte das Oliveiras, zona norte, e responderá por sequestro e homicídio qualificado, ficando à disposição do Poder Judiciário.

Procurados

A delegada Marília Campello solicita a quem tiver informações sobre o paradeiro de Leonardo Salles da Silva e Maik Figueiredo, o “MK”, que entre em contato pelo número (92) 98118-9535, disque-denúncia da DEHS, ou pelo 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM).

“Estamos trabalhando para localizar e efetuar a prisão desses dois indivíduos para dar uma resposta à família da vítima e à sociedade, pois a Polícia Civil vem atuando firmemente na elucidação de crimes violentos na cidade, resultando em diversas prisões”, afirmou a delegada.

FOTOS:  Erlon Rodrigues e Divulgação/PC-AM.

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6535