Menezes se declara ‘direita raiz’ e reitera que é pré-candidato à Prefeitura de Manaus

Compartilhe:

Declaração foi feita durante transmissão ao vivo na terça-feira (18), que abordou a manipulação de informações que mantém os mesmos políticos no poder por décadas e dificulta o surgimento de novos líderes

O militar da reserva do Exército Brasileiro, coronel Alfredo Menezes (PL), usou as redes sociais nesta terça-feira (18) para explicar como funciona o sistema político que mantém no poder os mesmos políticos e dificulta o surgimento de novas lideranças no Amazonas.

E para quebrar este paradigma, Menezes afirma que vai usar as redes sociais, a internet, para expor suas opiniões e desmascarar alguns atores que surgiram da esquerda ou da “direita melancia”, que navegam na onda bolsonarista para se dar bem e manter a atenção do eleitorado.

“Posso garantir a você que sou de direita, a direita raiz, não vim apadrinhado por nenhum político que governa o estado há mais de 40 anos e tampouco uso o fato de ser de direita para me dar bem, como muitos fazem no meu estado, mas que apoiam candidatos da esquerda”, disse.

“E queria deixar claro também que minha origem é do Bolsonaro, com quem tenho uma amizade de mais de 40 anos, de respeito e lealdade. Não entrei na política apoiado por A ou B. Não adianta pagarem blogs para propagar ‘fake news’ contra mim. Se você quiser saber a verdade, fale comigo ou veja nas minhas redes sociais”, completou Menezes.

Durante a live, Menezes referiu-se ao colega de partido, capitão Alberto Neto (PL), e disse que mantém suas convicções e continuará expressando suas opiniões pessoais. Ele deixou claro que é oposição ao governo federal e ao prefeito de Manaus, David Almeida (Avante).

“O sistema mandou um recado para mim e quero mandar outro: sou pré-candidato à Prefeitura de Manaus e não abro mão disso. No entanto, vou aguardar a decisão do meu partido e irei respeitar o nome que for escolhido. Estou me posicionando porque este é o meu perfil, de falar a verdade e a internet surgiu para isso, para quebrar o paradigma e mostrar novas lideranças, assim como surgiu o Bolsonaro que rompeu com este sistema que colocou no poder o ex-condenado da Justiça, deixando claro que a população tem o poder transformador de mudar o futuro, escolhendo as pessoas certas para comandá-lo”, declarou.

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6409