Fepiam e Cetam lança pesquisa para atender cursos em comunidades indígenas

Compartilhe:

Cursos de qualificação e cursos técnicos específicos nas comunidades tradicionais

A Fundação Estadual dos Povos Indígenas do Amazonas (Fepiam) e o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) lançaram nesta segunda-feira (15/01), a primeira pesquisa de campo para identificar as necessidades e interesses específicos de cursos de qualificação e cursos técnicos para as comunidades indígenas do Amazonas.

“Temos como prioridade, em parceria com o Cetam, oferecer cursos que abrem portas para o mercado de trabalho, proporcionando renda e empregabilidade às comunidades indígenas”, afirma o diretor-presidente da Fepiam, Sinésio Trovão.

A atividade é resultado da cooperação técnica entre as duas instituições, que visam estimular a profissionalização dos indígenas em áreas correlacionadas ao seu meio socioambiental.

“Para nós do Cetam, a educação profissional precisa chegar a quem precisa. É justamente a Fepiam que vai nos indicar esse caminho. Conforme determinação do governador Wilson Lima, às duas entidades, sendo parceiras, vão atingir o objetivo de ambas. É com grande orgulho que assinei esse convênio para que possamos melhorar sempre a vida da população amazonense”, destacou o diretor-presidente do Cetam, Fabinho Albuquerque.

Para participar da pesquisa, os representantes das comunidades indígenas devem acessar o site da Fepiam (https://www.fepiam.am.gov.br/) e visualizar as informações e anexos. Em seguida, devem preencher o formulário eletrônico e encaminhar a resposta para o e-mail do Gabinete da Presidência da Fepiam (fepiam@fepiam.am.gov.br).

Para maiores informações, os interessados podem procurar a Diretoria Técnica, através do setor GATI da Fepiam, localizado na Av. Torquato Tapajós S/Nº – Bairro Colônia Terra Nova. “A expectativa é que os resultados da pesquisa contribuam para a elaboração de um plano de ação para o desenvolvimento de cursos de qualificação e técnicos específicos com suas necessidades em suas comunidades indígenas”, explica o diretor-técnico da Fepiam, Joabe Leonam.

FOTO: Fillipe Barroso/Fepiam

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6409