Exposição de fotos de Sebastião Salgado retrata indígenas de recente contato do Vale do Javari (AM)

Compartilhe:

Mostra será aberta no próximo dia 5/11, com imagens que mostram os korubo em estúdio montado pelo fotógrafo no meio da Floresta Amazônica.

A Câmara de Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais do Ministério Público Federal (6CCR/MPF) lança, na próxima sexta-feira (5), a exposição “Índios Korubo – Vale do Javari”, com imagens de autoria do fotógrafo Sebastião Salgado retratando indígenas de recente contato. O evento de abertura da mostra ocorre às 15h, com transmissão ao vivo pelo canal do MPF no Youtube . A partir de 8 de novembro, a exposição fica aberta ao público de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h, no Memorial do MPF, localizado na sede da Procuradoria-Geral da República (endereço: SAF Sul, Quadra 4, Conjunto C – Brasília/DF). As pessoas interessadas em agendar um horário de visitação podem entrar em contato pelo e-mail pgr-memorialmpf@mpf.mp.br.

Ao todo, são 15 fotografias produzidas entre setembro e outubro de 2017. As imagens revelam os korubo em situações do dia a dia e posando no estúdio montado por Salgado no meio da Floresta Amazônica, com suas vestimentas, adornos, armas e ferramentas tradicionais. Por meio do olhar ímpar do fotógrafo, os indígenas são retratados em toda a sua beleza, força e resistência. A etnia habita um território espalhado pela bacia dos rios Ituí, Itaquaí, Jandiatuba e adjacências, no centro da Terra Indígena Vale do Javari, extremo oeste do Amazonas (AM), região considerada como a área de maior concentração de indígenas em situação de isolamento no mundo.

O evento de lançamento da exposição terá a participação do vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros; da coordenadora da Câmara de Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais (6CCR) do MPF, a subprocuradora-geral da República Eliana Torelly; da procuradora da República Aline Martinez dos Santos, que atua em Tabatinga (AM), área que compreende o Vale do Javari; e da liderança Beto Marubo, representante da União dos Povos Indígenas do Vale do Javari, além de autoridades e convidados.

Isolamento – Segundo a Portaria Conjunta Funai/Ministério da Saúde 4.094/2018, os povos indígenas isolados são aqueles que, “sob a perspectiva do Estado brasileiro, não mantêm contatos intensos e/ou constantes com a população majoritária, evitando contatos com pessoas exógenas a seu coletivo”. Já os de recente contato são aqueles que “mantêm relações de contato ocasional, intermitente ou permanente com segmentos da sociedade nacional, com reduzido conhecimento dos códigos ou incorporação dos usos e costumes da sociedade envolvente, e que conservam significativa autonomia sociocultural”.

Desde 1987, o Estado brasileiro executa uma política de não contato com os povos em situação de isolamento, em oposição às práticas de “pacificação” adotadas até então. O objetivo é respeitar a autodeterminação dos indígenas, protegendo seus territórios e sua integridade física e cultural. Quando o contato acontece, a política passa a ser de assistência à saúde e de resguardo em relação aos efeitos mais deletérios do contato com a população não-indígena.

De acordo com a Funai, ao todo há 114 registros de povos indígenas em situação de isolamento no Brasil e 20 considerados de recente contato. O Vale do Javari é ocupado hoje por seis povos em contato permanente e dois povos de recente contato, além de possuir treze registros de povos em isolamento voluntário. No caso dos korubo, há atualmente cerca de uma centena de indígenas em contato, nas aldeias que ficam no baixo rio Ituí. Outros subgrupos korubo, em população de tamanho ignorado, permanecem em isolamento voluntário, principalmente na fração oriental de seu território, onde sofrem os efeitos da invasão promovida por garimpeiros nos rios Jutaí e Jandiatuba.

SERVIÇO

Exposição “Índios Korubo – Vale do Javari”, com fotografias de Sebastião Salgado
Visitação: a partir de 8/11, de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h. A mostra permanece em cartaz até o dia 29 de abril de 2022.
Local: Memorial do MPF, sede da Procuradoria-Geral da República (endereço: SAF Sul, Quadra 4, Conjunto C – Brasília/DF)
Agendamento: pgr-memorialmpf@mpf.mp.br
Lançamento: Dia 5/11, às 15h, em evento presencial (apenas para convidados), com transmissão ao vivo pelo Canal do MPF no Youtube (www.youtube.com/canalmpf).

Secretaria de Comunicação Social
Procuradoria-Geral da República
(61) 3105-6409 / 3105-6400
pgr-imprensa@mpf.mp.br
facebook.com/MPFederal
twitter.com/mpf_pgr
instagram.com/mpf_oficial
www.youtube.com/tvmpf

 

Compartilhe:
Imagem padrão
redacao
Artigos: 254