Egresso da Ufam participa do Fórum Global de Educação Integral e Transformadora na Tanzânia.

Compartilhe:

Entre os dias 21 e 23 de junho, o egresso da turma de São Gabriel da Cachoeira da Universidade Federal do Amazonas, Juvêncio Cardoso (Dzoodzo Baniwa), ligado ao Programa de Pós-Graduação em Rede Nacional para Ensino das Ciências Ambientais (PROFCIAMB), participará do Fórum Global de Educação Integral e Transformadora que ocorre na Tanzânia, na África. O evento tem o objetivo de reunir líderes educacionais de todo o mundo para dialogar sobre o futuro da educação e poderá ser acompanhado de maneira online.

Juvêncio, que é indígena da etnia Baniwa, integra a equipe da Escola Baniwa Eeno Hiepole e participa da Mesa 16 “Desenhando Inovações em Mudanças Climáticas e Educação”. Durante a mesa, o egresso trará a realidade das comunidades indígenas em relação às mudanças climáticas, contribuindo para o debate sobre como podemos ajudar aprendizes e educadores a serem mais instruídos, resilientes e compassivos em relação ao clima nos próximos cinco anos.

Além disso, Juvêncio também estará presente na discussão “O futuro da Política e da Prática na Educação: como podemos colaborar para avançar jornadas de aprendizagem equitativa e com qualidade em Escolas, Sistemas e Sociedades?”. Neste caso, o egresso compartilhar a experiência da Escola Baniwa Eeno Hiepole, em uma discussão que visa apresentar as inovações dirigidas por professores para a construção de relações, liderança e colaboração.

Mais participações 

Outro egresso da turma de São Gabriel da Cachoeira, o discente João Renato Aguiar Soares Junior, também ligado ao Programa de Pós-Graduação em Rede Nacional para Ensino das Ciências Ambientais (PROFCIAMB), foi nomeado, dia 08 de junho, pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO) como vice-conselheiro no Conselho Consultivo da Floresta do Pau-Rosa e no Conselho Consultivo das Estações Ecológicas (ESEC) do Alto Maués.

A Floresta do Pau-Rosa, localizada no Município de Maués, no Amazonas, é uma Unidade de Conservação que visa promover o manejo, manutenção e proteção dos recursos hídricos e da biodiversidade dessa área. Já a ESEC do Alto Maués trata-se de uma Unidade de Conservação que visa proteger a amostra da floresta ombrófila e de formações vegetais associadas, garantir a perenidade dos serviços ecossistêmicos e contribuir para a estabilidade ambiental da região.

O papel de João Renato nos Conselhos é representar o Instituto Federal do Amazonas (IFAM) no Plano de Manejo e Gestão Ambiental dessas Unidades de Conservação. O egresso, que coordena os cursos técnicos em Informática do campus de Maués, tem a missão de representar a instituição no caso da ausência da atual conselheira do campus, a professora Maria Muniz Nunes, que coordena os cursos técnicos em Meio Ambiente.

Compartilhe: