Comemorações dos 50 anos da PGE-AM iniciam com espetáculo no Teatro Amazonas

Compartilhe:

Evento teve apresentação da Amazonas Band com participação da cantora Márcia Siqueira; programação do cinquentenário segue na próxima semana

O Teatro Amazonas foi o local escolhido para o início das comemorações dos 50 anos da Procuradoria Geral do Estado (PGE-AM), nesta sexta-feira (18/11). No espaço, a programação do cinquentenário apresentou o espetáculo “Amazonas Band convida Márcia Siqueira”, reunindo autoridades e servidores que integram o órgão.

O evento no Teatro Amazonas abre a programação de 50 anos da PGE-AM, celebrado no dia 13 de novembro. Entre suas atribuições, a instituição jurídica exerce, privativamente, a representação judicial e extrajudicial do Estado nos assuntos jurídicos de seu interesse.

De acordo com o procurador-geral do Estado, Giordano Bruno Costa da Cruz, os 50 anos comemorados neste mês representam uma história de luta do órgão para concretizar políticas públicas que refletem na qualidade de vida da população amazonense.

“Em todos os litígios judiciais a PGE se faz presente, na execução das políticas, no assessoramento dessa execução, que vai impactar na AM-010, no Auxílio Estadual, no Peixe no Prato, em várias outras obras tanto na capital quanto no interior. A PGE não está dissociada do amazonense, do ribeirinho e do trabalhador da Zona Franca de Manaus, que é uma das nossas bandeiras nesses 50 anos”, afirmou o procurador-geral.

“Não é novidade que a Zona Franca acaba sendo atacada em diversas oportunidades ao longo dos anos, e a gente, com muito trabalho junto do Estado, da Procuradoria, tem conseguido defender o modelo Zona Franca de Manaus. Ela representa isso, a nossa economia, representa milhares de empregos que são garantidos para a nossa população”, acrescentou Mateus Severiano, subprocurador-geral do órgão.

Para o procurador do Estado e presidente da Associação de Procuradores do Estado do Amazonas (Apeam), Aldenor Rabelo, o cinquentenário é um momento de celebração de resultados e de ampliá-los para toda a sociedade.

“Nós celebramos esse momento com a satisfação de que a PGE tem alcançado esse papel tão importante que é auxiliar os nossos governantes a executar as políticas públicas da melhor maneira possível, obedecendo sempre à legalidade. A nossa perspectiva é cada vez mais auxiliar junto às autarquias, fundações, secretarias, para que essas políticas de saúde, educação, alcancem toda a população do Amazonas”.

Abertura

A programação no Teatro Amazonas teve na abertura a apresentação de estreia do coral da PGE, formado por 14 componentes, dentre procuradores e servidores. Em seguida, subiu ao palco a Amazonas Band, que integra os corpos artísticos da Secretaria de Cultura e Economia Criativa. O grupo dividiu o palco com a cantora Márcia Siqueira.

“Sempre esteve na nossa mente um evento no Teatro Amazonas. Os eventos no teatro necessariamente precisam ser eventos culturais, então nós optamos e conseguimos com a colaboração da Secretaria de Cultura uma apresentação da Amazonas Band que convida a cantora Márcia Siqueira, prestigiando os talentos locais”, explicou a procuradora do Estado, Clara Lindoso.

Agenda

Dando prosseguimento à agenda de comemorações do cinquentenário, acontece na segunda-feira (21/11), no Salão Solimões do Centro Cultural Palácio Rio Negro, o lançamento da edição 42 da “Revista Jurídica da PGE-AM”, em homenagem à procuradora do Estado Sandra Maria do Couto e Silva, in memoriam. Na ocasião, ainda haverá a solenidade de entrega das primeiras Medalhas do Mérito da Procuradoria Geral do Estado do Amazonas.

Já na terça-feira e na quarta (22 e 23/11) ocorre a edição do Seminário de Direito Público da PGE-AM. As palestras vão abordar temas relacionados à advocacia pública e serão ministradas por procuradores do Estado e profissionais convidados da área, no auditório do órgão, localizado na rua Emílio Moreira, 1.308, bairro Praça 14 de Janeiro, zona sul de Manaus.

FOTOS: Antônio Lima/Secom

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6535