Central de Medicamentos do Amazonas (CEMA)

Compartilhe:

Na Sessão Ordinária desta quarta-feira, 8, o deputado estadual Wilker Barreto usou a tribuna para solicitar um relatório acerca da baixa aquisição dos medicamentos necessários na Central de Medicamentos do Amazonas (CEMA).

Segundo Barreto, cerca de meio bilhão de reais foram destinados para a pasta, mas neste início do ano a Central chegou a ficar sem medicamentos e não supriu a demanda da população.

“É constrangedor, humilhante e revoltante a situação hoje que se encontra. Mais revoltante ainda é saber que a Central de Medicamento do Estado do Amazonas, que todo dia está aparecendo com protestos na frente, de vários segmentos que precisam sobreviver, no ano que passou, comprou 500 milhões de reais em medicamentos […] E quando virou o ano, nós estamos zerado de estoque. Lembrando que essa falta de medicamento vem desde o segundo semestre de 2023”, declarou.

O parlamentar também deixou claro em seu pronunciamento que não poderia culpar a atual gestão da Secretaria de Saúde, porque a mesma ocupou o cargo a pouco tempo, mas espera respostas e esclarecimentos do que foi feito dentro do quadrimestre.

‘’Eu não posso nem culpar a atual gestão que está com menos de 30 dias no cargo, mas eu posso pedir explicações. Para onde foi o dinheiro? Nós acompanhamos as audiências do quadrimestre. Era pra estar com o estoque da CEMA, pelo menos dentro do regular […] Não tem nada nascer ou não tem fralda, não tem remédio, não tem o mínimo de produto”, completou.

Para o deputado medidas de planejamentos e relatórios devem ser apresentadas com urgência para a garantia do acesso aos remédios contínuos à pessoas em situação de vulnerabilidade.

ASSESSORIA DEPUTADO ESTADUAL WILKER BARRETO

Thais França – (92) 984259148

FOTOS

Davide Silva

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6409