Zé Ricardo denuncia que Projeto do Governo pretende privatizar aeroportos no interior do AM, sem garantias de melhorias no transporte aéreo da região

Compartilhe:

Em plenário da Câmara Federal nesta quinta-feira (25), o deputado Zé Ricardo (PT) denunciou mais uma estratégica do Governo Federal para privatizar a administração dos aeroportos no interior do Amazonas, assim como já fez em Manaus. Trata-se do Projeto de Lei 4121/2021, em tramitação na Casa desde a última segunda (22), que autoriza o Governo Federal a promover licitações para a celebração de contratos de concessão patrocinada em empreendimentos do setor aeroportuário no Estado do Amazonas, compreendendo os aeroportos nos municípios de Barcelos, Carauari, Coari, Eirunepé, Lábrea, Maués, Parintins e de São Gabriel da Cachoeira.

Para Zé Ricardo, a pretensão desse PL é repassar à iniciativa privada mais de 70% da administração dos aeroportos nessas cidades amazonenses, da mesma forma como já aconteceu no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus, que sempre foi altamente lucrativo, tanto o Terminal de Passageiros quanto o Terminal de Cargas. Ele lembrou que, na época, demitiram os funcionários, que até hoje estão em busca de emprego, já que com a privatização a administração foi entregue a uma empresa francesa, além de privatizarem também nos municípios de Tefé e Tabatinga.

“É urgente o Governo investir nos aeroportos do Estado, que precisam de investimentos em modernização e ampliação, como ainda em construção de novas áreas de aviação em algumas localidades, que hoje têm apenas pista de pouso, não oferecendo segurança alguma. Mas essa administração tem que ser pública, porque esse setor é estratégico para a Amazônia. São urgentes esses investimentos. Mas entregar à iniciativa privada, que nunca teve interesse, não é o melhor caminho, sendo que não há garantia alguma de se manter a qualidade nos serviços, como também de melhorias no transporte aéreo no Amazonas”, declarou o deputado.

No Governo Dilma, de acordo com o parlamentar, havia projeto de construção de aeroportos regionais pelo país, sendo 25 somente no Amazonas, como ainda investimentos para modernizar e ampliar essas localidades. “A proposta era dar condições adequadas para aqueles municípios receberem aeronaves até de grande porte e, com isso, proporcionar desenvolvimento para essas regiões e para o Estado”.

_Assessoria de Comunicação do deputado José Ricardo (PT/AM)_

Compartilhe:
Imagem padrão
redacao
Artigos: 254