Wilson Lima ignora piratas e usa base arpão contra o povo de Coari

Compartilhe:

Coari (AM) – Não param de chegar denúncias do uso descarado da estrutura policial contra o povo de Coari horas antes do início das eleições.

A mais recente fere o direito de ir e vir de cidadãos que aguardavam chegar às 16h no município e foram obrigadas a irem para casa pela extensa estrada do Itapéua, já que o barco por um motivo nunca antes barrado pela polícia foi impedido de seguir.

Enquanto isso os piratas e verdadeiros bandidos estão circulando livremente, já que aparentemente a prioridade para o comando de Wilson Lima é impedir que cidadãos coarienses voltem para casa.

Abuso nas eleições

No início das eleições uma viatura foi jogada contra a passeata de Keitton Pinheiro, adversário do candidato do governador no município.

Além deste caso uma liderança LGBTQI+ foi alvejada com um tiro nas costas enquanto saía de um comício de Keitton. Até hoje o autor do atentado não foi identificado. E mesmo com a vítima confirmando que foi um atentado e que sequer levaram o celular, a polícia insiste em investigar como tentativa de assalto, desviando assim o foco do ataque criminoso contra o ativista político.

Advogados que não pertencem ao grupo dos Tiradentes tem sido abordados por policiais sob a justificativa de “buscar armas”, em claro direcionamento das ações. O ex-comandante geral da PM é candidato a vice no grupo de Tiradentes.

Assista:

 

Compartilhe: