Vereadores de Manaus retornam do recesso parlamentar utilizando nova tecnologia nas sessões plenárias

Compartilhe:

Em coletiva de imprensa, presidente da CMM, vereador Caio André, falou sobre a nova ferramenta e destacou os objetivos para o segundo semestre de 2023

Os vereadores da 18ª Legislatura da Câmara Municipal de Manaus (CMM) retornaram, nesta terça-feira (01/08), aos trabalhos legislativos após o recesso parlamentar. Durante o Grande Expediente no plenário Adriano Jorge, os parlamentares já começaram a utilizar o novo sistema tecnológico implementado pela Diretoria de Gestão e Tecnologia da Informação (DGTI) e pela empresa prestadora de serviços.

O conjunto de ferramentas inclui o uso de reconhecimento facial para o registro de presença por meio de tablets, que também servirão para auxiliar nas votações, aprovação de projetos, apresentação de matérias, entre outras funcionalidades.

“Nós tínhamos problemas sérios com os antigos terminais que registravam as presenças dos vereadores, além dos painéis antigos que tomavam muito tempo na hora das votações. Agora, com a leitura facial, temos uma votação automática. O novo sistema chegou trazendo mais celeridade e transparência para o dia a dia aqui na CMM”, destacou o presidente da CMM, vereador Caio André (Podemos).

O painel do plenário também teve o sistema modificado. Com a mudança, o telão exibe as imagens dos vereadores durante as próprias falas, marcação de tempo coordenada pelo presidente, detalhamento das matérias em fase de deliberação e aprovação, além de outros procedimentos que fazem parte do dia a dia das sessões plenárias.

Neste primeiro dia de utilização do sistema, algumas oscilações no sinal de internet ocasionaram uma demora na execução de parte das novas funcionalidades. A Diretoria de Gestão e Tecnologia da Informação da Casa trabalhou para solucionar as intercorrências.

Caio André também falou, em coletiva de imprensa, sobre as projeções para o segundo semestre de 2023. O presidente da CMM pontuou a implementação de novos projetos e a discussão de pautas de interesse da população.

“Faremos uma reformulação do plano Diretor da Cidade de Manaus, agora no segundo semestre. Faremos também uma reformulação do Regimento Interno da CMM, para que possamos nos adaptar até em relação aos avanços tecnológicos que vivemos, além de trabalhar, também, na Lei Orgânica do Município. Essas serão nossas prioridades, além de dar continuidade em projetos já existentes”, afirmou Caio André.

Além destes, também serão executados projetos como o Parlamento Jovem, uma parceria com as escolas para trazer crianças à CMM e levar o parlamento para algumas escolas, para continuar reaproximando a Câmara da população.

 Foto: Diego Caja/Mauro Pereira – Dicom 

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6397