Urologista faz alertas sobre saúde do homem durante cessão de tempo proposta por Dra. Mayara

Compartilhe:

A deputada estadual, Dra. Mayara Pinheiro (Progressistas), propôs uma cessão de tempo para falar sobre a importância da Campanha Novembro Azul e de como a saúde do homem é essencial para o convívio em família, trabalho e realizações pessoais.

A parlamentar cedeu tempo em plenário, nesta terça-feira(9), para explanação do médico urologista Dr. Ítalo Cortez, graduado pela Universidade Federal do Amazonas – UFAM, mestre em Urologia e doutor na área de Uro-Oncologia, ambos pela Universidade de São Paulo – USP/SP.

O urologista fez um alerta aos presentes sobre o alto número de casos de câncer de próstata na população masculina. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), um a cada oito homens vai ser acometido pela doença. E em um grupo de quarenta homens, um deles vai morrer.

Ainda segundo o especialista, os homens precisam ter cuidados preventivos por se tratar de uma doença em que 60% dos casos são assintomáticos. “Inicialmente é uma doença silenciosa, ou seja, não traz sintomas. Então, aquela ideia do homem de só ir ao médico quando sente alguma coisa é preocupante, pois, quando chegar ao médico já vai estar com a doença avançada e nesses casos as chances de cura são de apenas 5%.

Dados do INCA também apontam que 20% dos casos de câncer de próstata são diagnosticados em estágio avançado. Por isso, é importante que o homem faça dois exames específicos: o PSA, realizado a partir de análise sanguínea, e o toque retal. O urologista destacou que o rastreamento completo pode detectar a doença no estágio inicial, aumentando a possibilidade de cura. “Se o homem for ao médico preventivamente todos os anos e fizer seus exames, consegue detectar a doença precocemente com chance de cura de 90 a 95%.”

Sobre piadas e brincadeiras que giram em torno do exame de toque retal , o urologista afirmou que isso não pode ser um fator determinante para que o homem deixe de cuidar da saúde, sendo que o exame não influencia na sexualidade do homem, nem o afeta emocionalmente. Ele salientou também, que em alguns casos, somente o exame retal detecta o câncer no início.  

Para a Dra. Mayara, é necessário vencer preconceitos e derrubar alguns tabus para que a comunidade masculina entenda que é muito importante tirar tempo para si. A deputada acredita que, se o homem não se cuidar, o trabalho fica, os filhos também e ele não consegue desenvolver atividades importantes no seu dia a dia. “Tirar um tempo para o autocuidado, hoje, deve ser prioridade e precisamos apoiar esses homens para que procurem um médico urologista, façam o exame de toque retal e exames de apoio de imagens necessários para uma avaliação minuciosa da próstata.”

Compartilhe: