Rio Preto da Eva: Estádio Francisco Garcia será reformado e município poderá ter clube na Série B do Barezão

Compartilhe:

Prefeitura e Fundação Mathias Machline podem fechar parceria para a disputa do campeonato

Esporte – A Prefeitura de Rio Preto da Eva recebeu neste sábado (30), representantes da Fundação Mathias Machline. Eles vieram conhecer o município e visitar as instalações do Estádio Francisco Garcia e Centros de Treinamentos de futebol. A ideia é firmar uma parceria público-privada para a disputa do Campeonato Amazonense Série B.

A Digitron da Amazônia, mantenedora da Fundação Mathias Machline, está investindo em um novo time, o Parintins Esporte Clube. A equipe já está inscrita para a disputa da Série B do Estadual, que tem previsão para começar em julho. A expectativa é de que o time tenha Rio Preto da Eva como sede para realizar os treinos, e “mandar” os jogos.

“Eles estão aqui para fazer parceria com a prefeitura, para que possamos reestruturar o nosso estádio, trazer um clube para disputar a série B, depois irmos para a série A do amazonense, a série D do Brasileiro, e quem sabe chegarmos a uma série A do Brasileiro. Esse é um sonho da Fundação Mathias Machline, é um projeto já estabelecido por eles, e estamos aqui procurando áreas e meios para que possamos fechar essa parceria”, disse o Prefeito de Rio Preto da Eva, Anderson Souza.

A comitiva visitou o estádio Francisco Garcia e dois campos que podem servir como possíveis Centros de Treinamento, além de conhecer escolas, quadras e ginásios esportivos, para o desenvolvimento de programas sociais para adolescentes e jovens do município.

Reforma do Estádio Francisco Garcia

O estádio Francisco Garcia passará por uma reforma básica para atender aos requisitos da Federação Amazonense de Futebol (FAF) para a disputa da série B deste ano. Após isso, o local deve passar por uma reestruturação geral.

O projeto do novo estádio foi apresentado por um engenheiro aos representantes da Fundação Mathias Machline. O gramado é o principal problema, portanto, será feita toda a recuperação do solo e instaladas 18 redes de drenagem para não deixar esse solo encharcado. Além disso, serão acrescentadas mais 2 bilheterias, totalizando 4 no total, e construídas lanchonetes dentro do estádio. Também serão recuperadas as estruturas das arquibancadas, da sala de imprensa e dos camarotes, vestiários, e construído um estacionamento amplo para atender a população de Rio Preto e torcedores de outros municípios, como Manaus, por exemplo. O banco de reserva será rebaixado, a nível profissional, e serão construídas rampas de acessibilidade para pessoas com deficiência.

Boas Impressões

Luís Cláudio, diretor de esportes da Fundação Mathias Machline gostou do que viu. “A visita foi boa para gente conhecer bem a cidade, as estruturas que são perfeitas para a atividade física e do futebol. A gente gostou muito, a cidade bem receptiva, um clima gostoso, você vê que tem a necessidade do futebol aqui”, disse ele.

Uma segunda visita à Rio Preto da Eva deve ser feita ainda em maio. “Nós vamos sentar com toda a diretoria, conversas os próximos passos. O prefeito vai estar com a gente na semana que vem, eu vou voltar ao município pra visitar dois lugares que ficaram faltando, mas tem tudo pra dar um namoro bacana essa parceria”, concluiu ele.

Holanda Esporte Clube

Em 2007, o Holanda Esporte Clube se tornou um time profissional e foi o representante de Rio Preto da Eva no futebol amazonense. O clube estreou na série B e foi o campeão. Em 2008, já na primeira divisão, foi campeão amazonense e chegou a participar de competições nacionais como a Série C do Brasileirão e a Copa do Brasil. Os jogos do clube lotavam o estádio Francisco Garcia, e gerava emprego e renda para a população.

Para Paulo Radin, ex-presidente do Holanda é super importante que Rio Preto da Eva tenha um novo clube representando o município. “A expectativa é que esses contatos feitos pelo Prefeito Anderson Souza sejam efetivados, porque traz uma esperança para que o Rio Preto da Eva volte a pontuar com bastante força no cenário do bom futebol profissional, mas não é só isso, o bom resultado do futebol profissional, agrega bastante valor para a comunidade e para todos os demais esportes, então é um conjunto de fatores que vai trazer mais brilho, mais alegrias e resultados para o Rio Preto da Eva”, disse Paulo.

Compartilhe: