Reconhecimento: Mulheres se destacam em atividades distintas do serviço de saneamento da Águas de Manaus

Compartilhe:

A concessionária tem como meta promover o reconhecimento destas profissionais que fazem a diferença no dia a dia da empresa

Ao longo dos anos, as mulheres vêm conquistando mais espaços de destaque dentro de instituições e empresas. O respeito, reconhecimento e valorização fazem parte do compromisso que a Águas de Manaus tem com o universo feminino. Além de oferecer oportunidades de crescimento dentro da empresa, a concessionária também inova no setor, possibilitando que mulheres ocupem cargos que antes eram ocupados apenas por homens.

Elas estão cada dia mais presentes e fazem a diferença na produção e desenvolvimento dos serviços de saneamento que são prestados à população manauara, tanto na área administrativa como na operacional.

Pioneiras

Por se tratar de uma empresa de saneamento, muitos serviços são realizados nas ruas, em locais de difícil acesso. Porém, isto não é obstáculo para estas profissionais.

Neste ano, a primeira equipe de agentes de saneamento básico feminina começou a atuar na cidade. Com execução de serviços que eram inicialmente realizados exclusivamente por homens como religações, reparos, negociações, instalações de HD e recadastramentos, elas se destacam pela eficiência operacional.

“Desde que soube desta vaga fiquei muito feliz em ver a valorização a mulher dentro da empresa. Somos capazes, e oportunidades como esta são a chance de mostramos nosso valor. Estamos felizes pelo nosso trabalho e por estar abrindo as portas para outras mulheres ingressarem neste ramo”, afirma a agente Ketlen Guimarães.

Elas também se destacam em outras áreas operacionais. É o caso das operadoras de Estação de Tratamento de Água (ETA) e de Esgoto (ETE). No dia a dia, elas são responsáveis por manter tanto a qualidade da água que é distribuída para as residências de Manaus, quanto a qualidade dos efluentes que são devolvidos à natureza após passar pelo processo do tratamento de esgoto.

“Quando recebi a proposta para ser operadora de ETA me senti muito orgulhosa, pois foi o resultado do meu esforço. Estou agora finalizando o curso de tecnólogo em Química e isso me faz sentir privilegiada. Temos total responsabilidade de levar qualidade de vida e saúde para a população”, destaca Raymara Araújo, que assumiu a função há 9 meses.

A engenheira civil e coordenadora de Serviços, Nayara Oliveira, já esteve à frente de projetos de distribuição de água que contribuíram para a universalização do serviço em Manaus. Já no quesito esgoto, participou de obras de Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) e hoje é responsável pela execução de serviços de ampliação de rede de esgoto na cidade.

“Uma em cada quatro mulheres não tem acesso à água de qualidade e esgotamento sanitário adequado, sendo o gênero mais afetado pela falta de saneamento básico no Brasil. Ao me deparar com essa informação sinto ainda maior o desafio de gerir minha equipe com pulso firme e coração determinado a proporcionar saúde e qualidade de vida às pessoas. Tenho orgulho de trabalhar lado a lado com mulheres íntegras e movidas pela força de que nossas atitudes de “hoje” ditarão espaço, pertencimento e igualdade de oportunidades para as meninas “do amanhã”. Avante!”, frisa a engenheira.

Reconhecimento

E quando se fala em reconhecimento e eficiência, não se pode deixar de fora o time feminino que está à frente em áreas administrativas. Um dos exemplos de como esse universo já está se ampliando é o da gerente de Planejamento, Nadabe Queiroz, que consolidou uma carreira promissora dentro da companhia.

“Aqui foi meu primeiro emprego. Entrei como analista de financiamento e conforme demonstrava interesse em aprender, recebia incentivos da empresa. Após passar por alguns cargos, hoje sou gerente de Planejamento. A profissional que sou, devo a Águas de Manaus. Tudo que sei hoje foi proporcionado pela empresa”, diz a profissional.

Recentemente, outra profissional foi reconhecida por seus esforços e colaboração para que os serviços prestados à cidade de Manaus sejam de excelência. Recém-formada em Engenharia Mecânica, Daiana Cristina Gomes, 30, viu sua carreira profissional crescer junto com a chegada da Águas de Manaus à cidade. Em 2018 ela chegou na empresa como estagiária, em seguida foi contratada e, atualmente, promovida a analista de eficiência energética.

“Aqui foi minha primeira casa profissional e ao olhar para trás, eu vejo todas as oportunidades que tive. Estar em destaque na eficiência energética e poder contribuir com as metas de sustentabilidade da companhia, através do pilar de Eficiência e Tecnologia é motivo de muito orgulho. Tenho muita gratidão pelos gestores que sempre me incentivaram”, relata.

ESG

A Águas de Manaus, empresa que faz parte da Aegea, grupo líder em saneamento no Brasil, e que é responsável por abastecer e tratar a água e o esgoto da capital amazonense, reforça o seu compromisso com a sustentabilidade e a sua evolução da agenda ESG, sigla que significa “Governança Ambiental, Social e Corporativa”.

Uma das metas é aumentar o número de mulheres em cargos de liderança. Para isto, a concessionária vem aumentando a disponibilização de vagas para o público feminino.

“Somos uma empresa que valoriza o bom profissional e, acima de tudo, que enxerga nas pessoas suas habilidades e força de vontade em aprender. No caso das mulheres, temos um olhar diferenciado e buscamos sempre incentivar o crescimento delas. Temos setores que são praticamente formados por mulheres e percebemos no dia a dia a eficiência e responsabilidade com que eles executam suas atividades”, ressalta o diretor-presidente da concessionária, Diego Dal Magro.

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 5246