Rafael Barbosa é o mais votado na eleição para defensor-geral do Amazonas

Compartilhe:
O defensor público Rafael Barbosa conquistou a maioria dos votos na eleição para o cargo de defensor público-geral do Amazonas. Ele obteve 58% da preferência entre defensoras e defensores que votaram no pleito.
A eleição para a Defensoria Geral ocorreu nesta sexta-feira, em todo o Amazonas, de 8h às 17h, de forma presencial e on-line. Entre os votantes, Rafael Barbosa recebeu 84 votos. Em segundo lugar ficou a defensora Caroline Souza, com 59 votos, seguida de Messi Castro, com 46 votos.
A composição do eleitorado é feita pelos próprios defensores públicos de carreira. Ao todo, 144 defensores e defensoras estavam aptos a votar. Todos votaram, ou seja, não houve abstenção na eleição.
“Foram dias de intensa campanha, em que discutimos projetos para a Defensoria, ouvimos propostas e colocamos nossas ideias para avaliação. Acreditamos que a democracia foi plenamente exercida nesta eleição e entendemos que os colegas acolheram as propostas que fortalecem a carreira e a expansão dos serviços da Defensoria”, disse Rafael Barbosa.
A lista tríplice será entregue ao governador do estado, Wilson Lima, a quem cabe a indicação do novo defensor-geral para o biênio 2024-2026. O prazo para a escolha é de 15 dias.
Conselho Superior
Além da votação para a Defensoria-geral, os defensores e defensoras também puderam escolher a nova composição do Conselho Superior da DPE-AM. Os eleitos foram:
Manuela Cantanhede Veiga Antunes
Eduardo César Rabello Ituassú
Thiago Nobre Rosas
Larisse Silva Oliveira
Gabriel Herzog Kehde
Inácio de Araújo Navarro
Murilo Rodrigues Breda
Renata Visco de Almeida
Cibersegurança
Para a Comissão Eleitoral, o pleito transcorreu conforme o planejado, com segurança e transparência.
Nesta eleição, a Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI) desenvolveu um sistema próprio de computação de votos (“Eleições DPE-AM”) que foi acompanhado, inclusive, pela empresa Clavis Segurança da Informação, especializada em cibersegurança e uma das maiores no seguimento da América Latina.
Entre as principais atribuições, a Clavis foi a responsável por auditar e certificar a segurança, autenticidade, integridade e a transparência do pleito.
Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6083