Psicoterapeuta e Educadora da Sexualidade Consciente chega a região norte para atendimentos individuais e cursos de casais, “A energia sexual em equilíbrio é o que  impulsiona e dá sentido à vida”  

Compartilhe:

Quando falamos sobre sexualidade, o que nos vem à mente? Com certeza a troca entre duas pessoas no ato sexual em si, pois essa é a forma como nós a conhecemos, porém essa não é a única maneira de reconhecer e vivenciar essa energia. Para a Psicoterapeuta Paulistana e Educadora da Sexualidade Consciente, Juliana Deva Sama, que chega ao norte, em Porto Velho (RO) e Rio Branco (AC) ministrando cursos para pessoas de forma individual e casais além de atendimentos, a energia sexual em equilíbrio é que dá sentido à uma nova forma de enxergar a vida.

Para aprofundarmos esse olhar, trazemos o conceito diante da Organização Mundial da Saúde sobre a sexualidade que diz o seguinte:

“A sexualidade faz parte da personalidade de cada um, é uma necessidade básica e um aspecto do ser humano que não pode ser separado de outros aspectos da vida. Sexualidade não é sinônimo de coito (relação sexual) e não se limita à ocorrência ou não de orgasmo. Sexualidade é muito mais que isso, é a energia que motiva a encontrar o amor, contato e intimidade e se expressa na forma de sentir, nos movimentos das pessoas, e como estas tocam e são tocadas. A sexualidade influencia pensamentos, sentimentos, ações e interações e, portanto, a saúde física e mental. Se saúde é um direito humano fundamental, à saúde sexual também deveria ser considerada um direito humano básico.” (WHO TECHNICAL REPORTS SERIES, 1975)

 

Entendemos que essa definição sobre sexualidade nos traz automaticamente o tema da saúde sexual, sendo esse um direito básico e necessário para qualquer ser humano, havendo a necessidade da compreensão ampla e aceitação plena da sexualidade através do entendimento das emoções, pensamentos, ações, impulsos, bloqueios e interações sociais do cotidiano.

O que define a maneira como vivemos a nossa sexualidade tem a ver diretamente com grau de instrução, crenças familiares e de amigos, isso molda a forma como nos comportamos e como vivemos e reconhecemos a nossa sexualidade de maneira individual.

Compreendendo agora sobre esse conceito, a pergunta que surge é: “Como a influência da Sexualidade Consciente pode mudar a vida para melhor?”

Primeiro trazemos dois conceitos do que é Consciência, o primeiro do senso comum e o segundo dentro do campo de visão da Psicologia Transpessoal:

“1. Sentimento ou conhecimento que permite ao ser humano vivenciar, experimentar ou compreender aspectos ou a totalidade de seu mundo interior;

  1. Dentro da quarta força da Psicologia, esse é o estudo dos próprios estados de ampliação da consciência comum com visão direta de uma realidade que se aproxima muito dos conceitos da física moderna, utilizando ferramentas como práticas e exercícios de respiração consciente e a meditação para compreensão da consciência;

Levar Consciência para o olhar em relação à Sexualidade é um processo terapêutico e de autoconhecimento que traz mais compreensão de si, fazendo com que:

– Tomar consciência de momentos e histórias abusivas vividos dentro da Psicoterapia da Sexualidade Consciente pode trazer clareza para processos profundos do inconsciente, para serem cuidados e tratados em ambientes acolhedores e seguros;

– Os medos não estagnem mais na vida, você começa a reconhecer seus sentimentos e suas vontades e ter mais segurança diante da vida;

– Controle dos impulsos e entendimento sobre o que é uma relação tóxica, pois só se pode entender o que se conhece, esconder ou controlar emoções e desejos é uma maneira de repressão, e toda energia reprimida dentro da psique humana pode ser liberada de maneira caótica;

– Diga Adeus as relações abusivas!!! Tornando-se consciente de quem você é, será muito difícil que alguém te manipule ou te faça sentir culpada por algo que não é sua responsabilidade;

– Aprender a reconhecer seus limites e saber comunicá-los através do processo terapêutico de autoconhecimento do corpo, começando a entender que este território pode alcançar níveis de prazer muito altos com toques em regiões que não são as genitais, reconhecendo que o corpo todo é orgástico. Se entregar a vulnerabilidade com certeza pode melhorar sua relação consigo mesma, e consequentemente com todos ao seu redor;

– Espontaneidade para ser mais aberta e receptiva com as pessoas, se tornando mais objetiva e direta com seus familiares, amigos pessoais e do trabalho, além de parceiros (as) em relações a dois, pois sabendo o que sente e como sente, é mais fácil comunicar, entendendo que é possível haver maneiras mais seguras para se expressar.

Como fazer para tornar sua Sexualidade Consciente?

O primeiro passo é buscar apoio e educação dentro da Psicoterapia com abordagem da Sexualidade Consciente, que pode ser realizada de maneira presencial e também online. É preciso aprender a lidar com as sombras psicológicas, conceito criado por Carl Gustav Jung, além de bloqueios para entender caminhos para ressignificá-los e integrá-los de maneira saudável.

Reconectar com o corpo e trabalhá-lo em conjunto dentro da Psicoterapia da Sexualidade Consciente traz mais presença no cotidiano, pois tudo que vivemos está registrado no corpo desde a nossa infância; falas como “tira a mão daí menina”, “feche as pernas” e “homem não chora” são algumas memórias que tem o objetivo de controlar nossos corpos, reforçando registros através de sentimentos como medo ou culpa.

Para a psicoterapeuta Juliana Deva Sama a sexualidade é um processo de reeducação e nos acompanha desde o nascimento até a morte, se modificando conforme as experiências que vivemos, “A energia sexual em equilíbrio é o que  impulsiona e dá sentido à vida”, declara ela. Sendo assim todas as couraças que carregamos podem ser trabalhadas para serem dissolvidas.

Deva então convida as mulheres e casais para se permitirem a passar por atendimento ou realizar cursos para conhecer mais sobre essa abordagem terapêutica: Vamos falar abertamente sobre bloqueios, medos, culpas, sentimentos, pensamentos, desejos, prazeres e dores? Vamos falar abertamente sobre as relações, relacionamentos e sobre como anda sua sexualidade?

 

Sobre a Terapeuta Juliana Deva Sama

Paulistana, Juliana Deva Sama é Terapeuta Transpessoal e da Sexualidade Consciente. Formou-se em Jornalismo no ano de 2012 pela Universidade Cruzeiro do Sul (São Paulo), atuou como Assessora de Imprensa em diversos meios, entre eles o Cultural, Tecnológico/Inovação e Artístico, incluindo o cenário musical independente e sertanejo (atuando como Assessora e Social Media de nomes como Jorge & Mateus, Fernando & Sorocaba, Thaeme e Thiago), se dedicou à área até novembro de 2016. No final deste ano sentiu a necessidade de iniciar seus estudos no caminho do autoconhecimento e da espiritualidade, encontrando e se identificando com as meditações ativas de Osho em imediato, incluindo essas práticas e processos de busca em seu cotidiano no centro Osho Meditação, Transformação e Arte, conduzido por Swami Prem Suresh.

Em 2017 conheceu a  Terapia da Sexualidade Consciente começando suas práticas e conduções em grupos de cursos livres, aperfeiçoando assim as técnicas de Sensitive Massagem, Êxtase Total Massagem, Yoni Massagem e Lingam Massagem.

De janeiro de 2018 a dezembro de 2020 cursou a Pós Graduação em Psicologia Transpessoal na Unipaz São Paulo (Universidade Internacional da Paz), agregando conhecimentos sobre imaginação ativa (método Junguiano), Eneagrama, Antroposofia e Ecopsicologia, incluindo aprendizados e técnicas em suas sessões de desenvolvimento pessoal individual.

Sama também é Reikiana Nível I, II e III, iniciando seus estudos com Terapias Energéticas com técnicas como Radiestesia, Cristaloterapia, Florais de Bach, Cromoterapia e Aromaterapia no Espaço Holos em São Paulo, incluindo esses conhecimentos em seus atendimentos com a Terapêutica Transpessoal e da Sexualidade Consciente.

Em 2019 formou-se com as técnicas de Massagem Taoísta, incluindo Massagem de Liberação Emocional, Mapeamento Vaginal e Pontos Marma com Deva Geeta no projeto Ser Integral.

Atuou de 2020 a 2022 em parceria com o espaço Terapêutico Paraíso Tantra em São Paulo (SP), utilizando ferramentas da Sexological BodyWork, método de Educação Sexual que envolve uma variedade de modalidades instrutivas incluindo exercícios de respiração, meditações e ressignificação de traumas através dos toque terra, água, ar e fogo e liberação pélvica.

Atende mulheres e ministra cursos individuais e para casais com  a abordagem da Sexualidade Consciente. Atualmente realiza pela região Norte do país a produção de grupos em retiros de Autoconhecimento para aldeias da etnia Yawanawá e Shanenawa e Hunikui no Acre, entendendo o quanto as vivências e cosmovisões dos povos originários moradores de aldeias podem trazer um profundo olhar de autoconhecimento dentro dos processos terapêuticos.

Juliana Deva Sama acredita que o potencial da Psicoterapia da Sexualidade Consciente é em si totalmente integrativo, capaz de auxiliar no reequilíbrio mental, físico e emocional, a quem chega disposta/o/e a se autoconhecer através da presença e permissão consentida ao processo terapêutico.

Serviço:

 

Agenda de atendimentos Aberta para Psicoterapia da Sexualidade Consciente no formato online, e presencial para Cursos e Atendimentos em Porto Velho (RO) a partir do dia 26 de março e 03 de abril em Rio Branco (AC).

Para mais informações e solicitar o PDF, entre em contato com Juliana Deva Sama pelo WhatsApp (11) 97063-7425.

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6409