Projeto “Cartas de Amor” leva música clássica à pacientes do Hospital 28 de Agosto

Compartilhe:

Em meio aos corredores estéreis e ao ambiente clínico de um hospital, onde cada dia é uma incógnita, uma experiência cultural única que visa infundir esperança, amor e conexão humana através da arte. “Cartas de Amor” promete levar música clássica ao Hospital 28 de Agosto, no próximo dia 28 de maio às 16h.

Proposto por Felipe Fernandes, com produção de José Jonas Jr, Bárbara Soares e Juliana Verde, este espetáculo inovador que mistura música e literatura vai criar um refúgio temporário da dor, do isolamento e da incerteza que muitas vezes acompanham uma internação hospitalar.

“O Hospital é um lugar onde a arte não é frequentemente observada, mas onde acreditamos que ela é mais necessária. Através de apresentações ao vivo do nosso grupo residente de 2024, a Orquestra de Violinos da UEA, os pacientes, suas famílias e a equipe médica serão convidados a imergir em melodias clássicas, proporcionando um fundo musical para a recitação de cartas. Estas não são cartas quaisquer, mas mensagens poderosas de esperança, amor e boas-novas trocadas entre pacientes e seus entes queridos”, explica Igor Jouk, professor de violino da UEA.

Cada apresentação será cuidadosamente curada, selecionando composições musicais que complementam o tom e o conteúdo das cartas escolhidas. A música será executada por uma orquestra de violinos local, destacando talentos da região e reforçando nosso compromisso com a comunidade artística de Manaus. Paralelamente, um artista talentoso recitará as cartas, dando voz às emoções silenciosas e às palavras não ditas que permeiam os corações e mentes daqueles dentro dos muros do hospital.

Além de ser uma experiência artística, “Cartas de Amor” é uma jornada terapêutica. Estudos mostram que a música tem o poder de reduzir a ansiedade, aliviar a dor e melhorar a qualidade de vida dos pacientes. Da mesma forma, ouvir palavras pessoais de encorajamento ou afirmação pode fortalecer o espírito humano, essencial para a recuperação e o bem-estar.

Este projeto também é sobre comunidade. “Ao abrir as apresentações para cartas escritas por e para os pacientes, criamos um espaço onde experiências compartilhadas são celebradas, onde a empatia é a linguagem comum, e onde cada história pessoal se torna uma nota na sinfonia coletiva do humanismo”, enfatiza Juliana Verde da equipe de acessibilidade.

A logística será gerenciada em estreita colaboração com a administração do hospital para garantir a segurança e o cumprimento dos protocolos de saúde. As apresentações serão programadas de acordo com a conveniência do hospital, minimizando a perturbação das operações diárias. “Além disso, planejamos transmitir as performances ao vivo, permitindo que aqueles fora do hospital se juntem a nós nesta celebração da vida, do amor e da resiliência humana”, diz Felipe fernandes, Spalla da Orquestra de Violinos da UEA.

“Cartas de Amor” não é apenas um projeto cultural; é um lembrete de que a beleza, a arte e a conexão humana são necessárias, especialmente nos lugares onde a vida e a saúde pendem na balança. “É uma ode à vida, um tributo à força do espírito humano e uma celebração do amor que sustenta tudo”, conclui Felipe Fernandes.

Contrapartida social

Reconhecendo a importância da responsabilidade social e do impacto comunitário, propomos uma série de iniciativas como contrapartida para o nosso projeto “Cartas de Amor”. Estas iniciativas são projetadas para ampliar o alcance do projeto, promover a inclusão e garantir que os benefícios do projeto se estendam além dos muros do Hospital. Apresentações Comunitárias Gratuitas: Comprometidos em levar a beleza e a consolação da arte para fora do ambiente hospitalar, realizaremos uma apresentação especial gratuita em uma escola pública de Manaus, a Escola Estadual Sólon de Lucena, dia 22 de Maio às 19h.

Este evento, aberto a todos, incentivará especialmente a participação de estudantes, professores e funcionários da escola, permitindo-lhes experimentar a música e as mensagens poderosas compartilhadas através de nosso projeto.
Transmissões ao Vivo e Gravações: Conscientes da necessidade de conectar com aqueles que estão fora de Manaus ou que não podem participar pessoalmente, nos comprometemos a transmitir as performances ao vivo pela internet. Isso permitirá que o projeto “Cartas de Amor” toque corações não apenas localmente, mas também em comunidades mais amplas.

Acessibilidade nas Apresentações

A acessibilidade é uma prioridade para nós, e nos esforçaremos para garantir que todas as nossas apresentações sejam inclusivas. Isso inclui providenciar intérpretes de Libras para a comunidade surda e assegurar que os locais das apresentações sejam acessíveis para pessoas com mobilidade reduzida, permitindo que todos desfrutem do que “Cartas de Amor” tem a oferecer.

Este projeto foi contemplado pela Lei Paulo Gustavo Manaus 2023 (Concultura), e também recebe apoio do Projeto de Extensão Musica Itinerante da Universidade do Estado do Amazonas.

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6397