Programa de universalização do esgoto em Manaus vai integrar Plano Municipal de Saneamento Básico

Compartilhe:

Águas de Manaus participa de elaboração do documento junto a órgãos municipais.

A Águas de Manaus participará da elaboração do novo Plano Municipal de Saneamento Básico da capital, anunciado pela Prefeitura de Manaus na terça-feira (25). Programa da concessionária para universalização do serviço de esgotamento sanitário na cidade, o Trata Bem Manaus integrará o documento, que está em deliberação junto a secretarias e órgãos municipais.

O Plano Municipal contempla quatro componentes: abastecimento de água; esgotamento sanitário; limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos; drenagem e manejo das águas pluviais urbanas.

A concessionária segue responsável pelos serviços de água e de esgoto. Em 2023, o abastecimento de água foi universalizado em Manaus e, em menos de dez anos, o mesmo ocorrerá com a coleta e o tratamento de esgoto, a partir de plano de obras traçado pelo Trata Bem Manaus.

“Quando você fala de saneamento, sempre é construído a várias mãos, todo mundo participa, e com certeza a concessionária, por ser a operadora do pilar de água e esgoto do saneamento, ela está no dia a dia fazendo o serviço, fazendo os investimentos, com seus avanços na universalização bem presentes. Um plano em toda conjuntura de saneamento é extremamente relevante e a gente sempre vê isso com bons olhos, porque o planejamento é fundamental para as ações serem bem executadas”, destaca o diretor-presidente da concessionária, Diego Dal Magro.

A Águas de Manaus faz parte da comissão responsável pela elaboração do plano, junto às secretarias municipais de Meio Ambiente, Sustentabilidade e Mudanças do Clima (Semmasclima); Infraestrutura (Seminf), Limpeza Pública (Semulsp) e Saúde (Semsa); Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman) e Conselho Municipal de Gestão Estratégica (Cmge). O grupo trabalha em um documento que atenda às demandas da população, integrando a segurança hídrica, com soluções inovadoras, considerando as particularidades ambientais e sociais.

“Nós estamos trabalhando a cidade de Manaus, tecnicamente, em uma condição para que nós possamos ter um direcionamento em relação ao tratamento dos nossos resíduos sólidos. É o plano municipal de drenagem, é o plano principal de universalização da água e, acima de tudo, para que nós possamos ter um balizamento técnico de como a cidade vai crescer e também como nós vamos tratar todos esses resíduos, todo o tratamento do esgoto. Isso é fundamental para que nós possamos ter melhor qualidade de vida”, destacou o prefeito de Manaus, David Almeida.

Sobre o Trata Bem Manaus

O Trata Bem Manaus é resultado de uma série de estudos realizados nos últimos anos, que consideraram as particularidades geográficas e dos corpos hídricos de Manaus. Essas análises apontaram a implementação de microbacias como a solução mais eficaz para que o acesso ao serviço de esgoto seja expandido de maneira mais rápida na cidade. O programa contempla investimentos de aproximadamente R$ 2 bilhões até 2033.

Para alcançar a universalização do serviço, a Águas de Manaus fará a implantação de mais de 2,7 milhões de metros de redes coletoras de esgoto nos próximos anos, além de obras de implantação e ampliação de pelo menos 70 Estações de Tratamento de Esgoto (ETE’s), espalhadas por todas as zonas da cidade.

Todas as obras são realizadas em alinhamento com a Prefeitura de Manaus. Além disso, os bairros que recebem essas obras são visitados por equipes de conscientização, que passam de porta em porta com informações e tirando dúvidas dos moradores sobre a implantação do serviço.

Confira a matéria:

https://www.aguasdemanaus.com.br/programa-de-universalizacao-do-esgoto-em-manaus-vai-integrar-plano-municipal-de-saneamento-basico/

Assessoria de Comunicação – Águas de Manaus

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6535