Programa da Cigás promove a disseminação da cultura do gás natural

Compartilhe:

A iniciativa está completando 10 anos de implantação e conta com a parceria de diferentes instituições de ensino superior

 

Promover a interação com a comunidade acadêmica para troca de informações sobre o mercado de gás natural, as soluções energéticas promovidas a partir deste combustível e processos internos adotados pela Companhia de Gás do Amazonas (Cigás), em diversas áreas para ampliar o nível de qualidade de seu serviço, é o objetivo do Programa Redes. A iniciativa está completando 10 anos de implantação e já proporcionou ações em parceria com diferentes instituições de ensino superior do estado.

 

O programa consiste na realização de visitas técnicas com a participação de alunos e professores das instituições de ensino superior; de palestras com especialistas da Companhia e atividades dinâmicas; e visita guiada ao Centro de Controle Operacional (CCO) da Companhia, responsável pelo monitoramento permanente da rede de distribuição de gás natural (RDGN).

 

O programa é executado pela Coordenadoria de Comunicação Institucional (Cicom) em parceria com o Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC). Nos primeiros anos, grande parcela dos participantes do “Redes” era oriunda de cursos tecnológicos, principalmente, das Engenharias. Contudo, com o passar dos anos, discentes e docentes de outras áreas passaram a buscar o programa com o intuito de conhecer boas práticas adotadas pela Cigás em suas áreas de interesse, entre as quais, Recursos Humanos, Marketing, entre outras.

 

“Desde sua criação, o ‘Redes’ tem sido uma ponte entre a Companhia e instituições do ensino superior, propiciando compartilhamento de conhecimento e de boas práticas, bem como a contribuição para o desenvolvimento intelectual de acadêmicos em preparação ao mercado de trabalho”, afirma o diretor-presidente da Cigás, René Levy Aguiar.

 

Ao longo desses anos, o programa contou com a participação de instituições de ensino superior, como Centro Universitário Fametro, a Universidade Nilton Lins, Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e o Centro Universitário do Norte (Uninorte).

 

Supervisora de Metrologia e Controle da Companhia, a engenheira de petróleo e gás, Edilaine Taciane Brandão, que há cinco anos contribui com o programa, comenta que o mercado de gás natural local ainda é relativamente recente, com muitos mitos e dúvidas envolvidas. E por meio do programa, é possível apresentar a cultura do gás natural, levar conhecimento sobre a área, esclarecer sobre o serviço de distribuição, destacando todos os procedimentos de segurança adotados na operação. “Sem dúvida, tem sido muito importante o programa Redes para a Companhia”, frisa.

 

Retomada das atividades

 

Por conta da pandemia, as visitas ficaram suspensas por um longo período e foram retomadas recentemente, com a participação de alunos dos cursos de Contabilidade, Recursos Humanos e Marketing da Fametro.

 

Uma das participantes foi a acadêmica de Recursos Humanos da Fametro, Samara Froes, que ficou muito satisfeita com o resultado da visita. Ela falou sobre a preocupação da concessionária com a qualidade do serviço prestado ao cliente, com o ambiente de trabalho e a preservação ambiental. E ressaltou, ainda, que através do programa Redes adquiriu o conhecimento de um mundo totalmente diferente, que é o mercado de gás natural. 

 

Outra acadêmica do mesmo curso, Ana Beatriz Almeida, pontuou a importância da interação da Cigás com a comunidade acadêmica, ajudando em vários aspectos, principalmente na preparação para o mercado de trabalho. A professora da instituição, Rainah Souza, explicou que a Fametro está com um projeto de tirar os alunos de dentro da sala de aula, com intuito de aproximá-los da prática e o programa Redes possibilita essa interação.

 

Como participar

 

Interessados em participar podem enviar as solicitação para a Cigás, por meio do e-mail comunicacao@cigas-am.com.br, informando a Companhia sobre o curso, quantidade de participantes e  objetivo do grupo.

 

As visitas pelo programa podem ser realizadas de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, de acordo com a disponibilidade da Companhia. Um roteiro especial é produzido a fim de buscar atender às demandas específicas de cada grupo de alunos.

 

FOTO: Divulgação/Cigás

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6535