Presidente do Sinepe-AM realiza balanço dos primeiros dias de volta às aulas

Compartilhe:

Na última semana, grande parte das escolas particulares da educação infantil voltaram às aulas 100% presencial. Na avaliação da presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Privado do Estado do Amazonas (Sinepe-AM), Laura Andrade, tranquilidade e confiança tem marcado esse início de ano letivo.

“Toda a comunidade escolar tem se engajado e reforçado a importância dos protocolos e da vacinação e, com isso, os pais e responsáveis das crianças já confiam que o ambiente escolar é um espaço seguro a todos e, principalmente, essencial para o desenvolvimento das crianças”, destacou a presidente do Sinepe-AM.

Laura adianta que, ainda este mês, possivelmente, haverá uma atualização de novos protocolos que deverão ser adotados. Hoje, uma série de procedimentos fazem parte do checklist das escolas, entre eles, uso obrigatório de máscaras, álcool em gel e distanciamento social.

Além disso, semanalmente, as associadas enviam relatórios para a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) informando ocorrências ou não de casos da Covid-19 entre seus alunos, colaboradores e familiares. A medida permite que o órgão passe a ter um controle dos casos, além de acompanhar a adoção das orientações e medidas de segurança.

“Desde o início da pandemia temos trabalhado em conjunto com a  FVS-AM e traçado estratégias alinhadas com o órgão. E, com base na nas próximas reuniões, a expectativa é que haja mudanças nas estratégias para a prevenção da Covid-19, principalmente levando em conta o avanço da campanha de vacinação”, comentou Laura.

Volta às aulas

No último mês, o sindicato havia emitido às instituições associadas recomendações para a volta às aulas. Para a modalidade 100% presencial, o Sinepe-AM havia indicado que iniciasse de forma gradativa, começando a partir do dia 3 de fevereiro, pelo ensino infantil.

Em seguida, a partir do dia 14 de fevereiro, será a vez do ensino fundamental I, a partir do dia 16, o ensino fundamental II, a partir do dia 21, será a vez do ensino médio e técnico e, a partir do dia 22, o ensino superior. As recomendações do Sinepe-AM estão em concordância com os órgãos estaduais de saúde e foram votadas em assembleia pelas associadas.

Compartilhe: