Prefeitura de Manaus e governo não vão obrigar portais e blogs aderirem selo de sindicado dos Jornalistas.

Compartilhe:

Como Presidente da Associação de Blogs, Portais, Sites e Profissionais da Imprensa do Estado do Amazonas, vejo com bons olhos a iniciativa do lançamento do selo criado pelo Sindicato dos Jornalistas do Amazonas, acredito que exista uma preocupação com o surgimento de sites clandestinos e, a contratação de jornalistas diplomados porém, sou terminantemente contra a imposição sobre a prefeitura de Manaus e governo do Amazonas, no que tange a partilha de verba de publicidade, é inconstitucional e com todo respeito, não será um selo que dirá que aquele blog ou aquele portal publica matérias inverídicas.

Eu mesmo já li várias notícias mentirosas em sites e revistas com esse “selo de qualidade”. Posso até aderir o selo desde que não pague por ele e não seja obrigado a convencer minhas quatro jornalistas a se sindicalizarem. Vivemos uma democracia e uma ditadura empresarial não será aceita por mim e meus colegas empresários. Somos nós, os empresários que não são jornalistas que empregamos essa classe, não são as emissoras de TV nem as emissoras de rádio, somos nós os empresários.

Temos portais e blogs cujo os proprietários não podem contratar um jornalista, também não possuem uma sede própria ou alugada, mesmo assim, presta um bom serviço a população e não pode ser penalizado pelos clandestinos. Eles merecem uma fatia do bolo da publicidade e propaganda dos governos tanto quanto os grandes veículos de comunicação.

Não iremos entrar em guerra, não há necessidade, eu sei do meu tamanho e sei do tamanho dos meus colegas, uma briga só prejudica a classe trabalhadora e, poderá fechar as portas. Já pensou se eu resolvo contratar apenas estagiários? Um simples pente fino nas agências de publicidade poderemos ver vários blogs, portais e revistas que não possuem audiência, mas, que recebem 40. 50 até 100 mil reais mês e alguns, recebem por terem “nome na praça”. Estou cansado de ouvir reclamação de órgãos, autarquias e empresários que afirmam serem extorquidos por uma minoria que é jornalista dono ou dona de portal, blog ou revista, isso sim precisa ter fim e não é um selo que mudará, pois tem uns e outros selados que praticam essa imoralidade. Se for para fazer um trabalho sério sem imposição, um trabalho de troca de informação onde nenhum queira ser maior ou melhor que o outro, eu estou dentro, caso contrário não será aceito por mim que além de representante sou também proprietário do Portal do Generoso.

Compartilhe: