Prefeito de Manaus lançou novo programa habitacional ao lado de Eduardo Braga

Compartilhe:

Senador assegurou os recursos para os investimentos em moradia

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), destacou,  nesta segunda-feira (27/11), o empenho do senador Eduardo Braga (MDB) em garantir recursos federais para a capital do Amazonas. David agradeceu ainda, durante o lançamento do programa “Morar Melhor”, que irá contemplar 4 mil famílias, ao parlamentar por levá-lo para a carreira política.

“Gratidão não prescreve e eu quero aqui externar isso ao senhor. Eu estou, aqui, para lhe agradecer a importância que o senhor teve na minha vida. O que eu era antes de lhe conhecer, e o que o senhor me proporcionou, através das bênçãos de Deus, da bondade do povo, mas tudo iniciou quando eu comecei a trabalhar para o senhor. Nunca pensei em trabalhar na política. O senhor despertou em mim a virada de chave”,declarou David Almeida, em solenidade ocorrida na sede da Prefeitura de Manaus, zona Oeste da capital.

De acordo com a Prefeitura de Manaus, o programa de habitação “Morar Melhor”, que contempla 4 mil famílias, vai além das 4.680 unidades habitacionais da prefeitura contratadas pelo Minha Casa, Minha Vida.  “A intervenção do senador Eduardo Braga tem sido fundamental para trazer investimentos para a cidade de Manaus. Essas moradias significam mais de R$ 800 milhões de investimentos aqui na cidade, na geração de emprego, na diminuição do déficit habitacional na cidade de Manaus e isso traz para a gente uma perspectiva muito boa. É o maior programa habitacional da história da Prefeitura de Manaus. Nós tivemos alguns programas habitacionais, porém nada se compara, em âmbito municipal, com esse programa que nós estamos lançando hoje”, disse o David Almeida.

O ex-prefeito de Manaus e ex-governador por dois mandatos, senador Eduardo Braga, que construiu e entregou 30 mil moradias populares no Amazonas, salientou a importância de o cidadão ter a própria moradia. “A casa própria, o lar, talvez seja o bem maior que uma família possa ter. Quando a gente está desempregado, é na casa da gente que a gente se abriga. Quando a gente está doente, é na casa da gente que a gente se abriga. Quando a gente está mais idoso, é na casa da gente que a gente se abriga. Quando a gente perde um filho, ou uma mãe ou pai, é para a casa da gente, da família da gente que a gente se abriga. Quando a gente não tem uma casa própria, quando falta emprego, nós não temos para onde se abrigar. Já entrei em muitos lares sem a menor condição de habitação; em áreas de risco, pisos apodrecidos, teto caindo na cabeça das pessoas. Habitar essas áreas com segurança será a prioridade”, comentou o senador.

Eduardo Braga relembrou o investimento em moradia popular realizado no período em que esteve a frente do executivo estadual. “Quando estávamos no governo (do Amazonas) entregamos 30 mil casas. Essas quase 10 mil, agora, serão só o começo. Serão 4.680 no Minha Casa, Minha Vida, e 4 mil, no Morar Melhor, programa lançado, hoje, por meu amigo, o prefeito de Manaus, David Almeida, e nosso Jesus Alves, secretário Municipal de Habitação e Regularização Fundiária. Ainda este ano, vamos comemorar, pois serão entregues 1,2 mil casas”, completou Eduardo Braga.

Programa

Segundo a prefeitura, o programa “Morar Melhor” vai realizar melhorias em moradias de famílias de baixa renda que vivem em assentamentos urbanos informais. A meta é contemplar 1,2 mil residências, ainda este ano, nos bairros Colônia Antônio Aleixo, Puraquequara e São José, na zona Leste. O programa segue em 2024 devendo beneficiar 4 mil famílias. Os serviços de melhoria incluem a reforma completa nas estruturas, como troca de piso, portas e janelas, reforma de banheiro, entre outras.

Já os programas da prefeitura para construção de empreendimentos habitacionais populares, foram aprovados pelo governo federal na semana passada e somam 4.680 unidades, sendo 3.680 que se enquadram na Faixa 1 do Programa Minha Casa, Minha Vida, com renda mensal de até dois salários mínimos (R$ 2.640) e mil moradias para as pessoas que moram em áreas de risco, que integram o programa de calamidades da Defesa Civil Nacional, como destacou o senador Eduardo Braga.

“Agora, em uma nova gestão, o programa renasce, e no primeiro ano do Minha Casa, Minha Vida, temos o maior programa da história da Prefeitura de Manaus. São 3.600 unidades dentro do Fundo de Arrendamento Residencial, o FAR, para pessoas mais humildes, e mil unidades para a área de calamidade, onde será possível socorrer aquelas famílias que moram nessas áreas de risco”, completou o senador.

De acordo com a prefeitura, as novas unidades habitacionais do Minha Casa, Minha Vida terão varanda e estarão situadas em terrenos mais próximos dos centros urbanos.

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6524