Políticas de compra de votos fracassam e Wilson Lima continua com 11% dos votos

Compartilhe:

Pesquisa do instituto DNP, do empresário Ronaldo Tiradentes, mostra que o governador Wilson Lima não consegue reagir e emperrou nos 11% das intenções de votos em Manaus. Nem mesmo o apoio do prefeito David Almeida e do Senador Omar conseguiu tirar Wilson Lima da terceira colocação. Se as eleições fossem hoje, Wilson sequer chegaria a um eventual segundo turno.
Desde outubro do ano passado, Wilson Lima lançou uma seria de projetos e ações assistencialistas na tentativa de se tornar competitivo, mas quatro meses depois continua emperrado, sem as mínimas condições de ser reeleito. Wilson Lima continua sendo o terceiro na capital e no interior.

A Pesquisa do Instituto DMP revela que se as eleições fossem hoje Amazonino venceria as eleições no primeiro turno com 41% dos votos, seguido por Eduardo Braga com 14% e em terceiro empatados tecnicamente aparecem o governador Wilson Lima com 11% e Ronaldo Tiradentes com 9%. 21% dos entrevistados não votariam em nenhum desses candidatos e 4% não sabem ainda em quem votar. Com esse resultado, Amazonino venceria a eleição no primeiro turno com 54,7% dos votos válidos, enquanto os três adversários juntos somam 45,3% dos votos válidos.

A pesquisa foi realizada no período de 8 a 12 de fevereiro e entrevistou 1.002 eleitores em todas as zonas da cidade de Manaus.

Compartilhe: