Operações deflagradas por agentes da SSP-AM tiraram de circulação mais de 200 armas de fogo em 2021

Compartilhe:

Número é 31,6% maior que o número de apreensões realizadas em 2020

De janeiro a dezembro do ano passado, agentes da Secretaria Executiva-Adjunta de Operações (Seaop), da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), tiraram das mãos de criminosos 204 armas de fogo, durante ações realizadas na capital e em municípios do interior do estado. O número é 31,6% maior que o número de apreensões realizadas em 2020, quando foram tiradas de circulação 155 armas de fogo.

De acordo com o chefe da Seaop, coronel Cledemir Silva, o alto índice de produtividade é fruto do trabalho incansável dos policiais.

“Foi bem relevante a atuação da Seaop. Houve um maior número na apreensão de drogas, munição, armamento, presidiários recapturados etc. Isso prova que o nosso trabalho está correto e está sendo executado de forma proativa e eficiente”, disse.

Em 2021, foram retiradas de circulação por agentes da SSP-AM 3.129 munições e 5 toneladas de drogas, e ainda recuperados 51 veículos roubados. Nas 278 operações realizadas no ano passado, os policiais também prenderam, entre flagrantes e cumprimentos de mandados de prisão, 295 pessoas envolvidas em crimes como roubo, homicídio e tráfico de drogas.

Entre as ações realizadas pela Seaop em 2021, estão as operações Pronta Resposta e a Cidade Mais Segura, deflagrada em três vertentes: horários de pico em áreas comerciais, em bairros com alto índice de criminalidade e nos municípios do interior do estado.

Serviço de denúncias – Parte do êxito no trabalho realizado pelos policiais no ano passado se deve à contribuição da população, por meio das denúncias feitas por meio do 181, o disque-denúncia da SSP-AM.

Antes de a equipe policial ir para a rua, é feito um trabalho minucioso em cima da denúncia feita, a fim de verificar se esta é, de fato, verdadeira. A triagem é feita para que a operação seja exitosa e que leve mais segurança para a população.

“Todo esse resultado é em cima das denúncias do 181. A gente faz uma triagem antes de executar a operação para ter certeza de que a informação é verdadeira. A equipe da Seaop tem atuado dessa forma. A Polícia Militar, Polícia Civil, de forma integrada, têm feito o trabalho conosco, e isso tem mostrado maior eficiência”, explicou o coronel Cledemir.

FOTOS: Tarcísio Heden e Erikson Andrade/SSP-AM

Compartilhe:
Imagem padrão
redacao
Artigos: 353