Navio da Saúde: estudantes de medicina retomam atendimento e iniciam processo de territorialização em comunidades à beira do Rio Tapajós, no Pará

Compartilhe:

6ª edição da Missão Amazônia, promovida pela Inspirali, leva qualidade de vida para moradores de regiões isoladas e proporciona experiência humanitária para futuros médicos

Em uma jornada de 10 dias pelas margens do Rio Tapajós, alunos e professores de medicina da Inspirali, principal ecossistema de educação médica do país, voltam a levar atendimento de saúde às comunidades de Santarém, com expectativa de atender cerca de 2 mil pessoas, potencializando a atuação do SUS – Sistema Único de Saúde na região. A 6ª edição da Missão Amazônia tem início no dia 18 de abril e contará com 31 alunos de sete escolas, que embarcam junto à equipe de especialistas no Navio Hospital Escola Abaré, da UFOPA (Universidade Federal do Oeste do Pará).

A Missão consiste em levar consultas ginecológicas, pediátricas, cirurgias ambulatoriais e atendimentos de saúde da família em geral, incluindo diversas especialidades, buscando melhorar a qualidade de vida da comunidade local. Haverá, ainda, atendimentos por teleconsulta em parceria com as CIS (Clínicas Integradas de Saúde), da Inspirali, e a utilização de um Prontlife (Prontuário Eletrônico do Paciente), que atua na captação, armazenamento e gestão de dados para interoperabilidade de informações com o e-SUS.

A novidade para este ano na Missão é o início de um processo de territorialização das comunidades ribeirinhas. Este mapeamento tem como objetivo analisar a situação de saúde e condições de vida da população local, identificando riscos, vulnerabilidades e potencialidades para que, futuramente, dentro da política do SUS, seja possível intervir de forma mais assertiva nos problemas de saúde e necessidades da região.

“Temos dois objetivos muito importantes com as Missões: levar atendimento para comunidades que, por questões geográficas, têm dificuldades em receber assistência médica especializada e levar estudantes para esta experiência de atuarem, de forma consciente e supervisionada, em uma realidade totalmente diferente daquela que vivenciam em suas universidades. É um aprendizado que levarão para o resto da vida e proporcionará uma atuação ainda mais comprometida e humanizada em suas carreiras”, destaca Rodrigo Dias Nunes, diretor médico da regional sul da Inspirali.

A ação é uma atividade prática e de extensão universitária ao currículo da Inspirali em que participam estudantes a partir do quarto ano de graduação e que já possuem histórico em ações voluntárias. Esta edição contará com a participação de alunos das universidades AGES Irecê e Jacobina (BA), FASEH (MG), Universidade Anhembi Morumbi – Piracicaba e São José dos Campos (SP), UNIFG Guanambi (BA) e UNISUL Tubarão (SC).

Os estudantes são selecionados por meio de um criterioso processo realizado pelos coordenadores do curso e do projeto envolvendo análise de conduta às situações problemas e entrevista. Além disso, antes de iniciarem o atendimento, os estudantes participam de três capacitações internas.

Nas últimas cinco edições, a Missão Amazônia já reuniu mais de 180 estudantes de Medicina orientados por 24 professores e já foram realizados mais de 8 mil atendimentos percorrendo as regiões de Belterra, Aveiro e Santarém. A Inspirali também organizou recentemente sua primeira Missão internacional, em Benin, quinto país mais pobre do continente africano. Lá, foram atendidas cerca de 3 mil pessoas em 10 diferentes vilarejos.

“Cursar medicina já era o sonho da minha vida. Agora, participar de um projeto como esse, é um sonho dentro do sonho. Sei que precisaremos sair da nossa zona de conforto, de muita dedicação, muita resiliência e abrir os horizontes para olhar as coisas com outra perspectiva, mas também sei que voltaremos pessoas diferentes, melhores e mais evoluídas”, declara a aluna Thais Medeiros de Jesus, da UNISUL Tubarão, que participará pela primeira vez de uma expedição humanitária.

Navio Hospital Escola Abaré

O navio-hospital Abaré, que leva a expedição, pertence à UFOPA e possui estrutura para atendimento clínico e odontológico. São quatro consultórios, sala para pequenas cirurgias e estrutura de laboratório para análises clínicas e radiografias, além de acomodações para os integrantes da Missão. A embarcação, de baixo calado, é própria para navegar em rios mais rasos, o que lhe permite chegar a mais comunidades e será utilizada em todas as expedições do projeto. Ao todo, a embarcação acomoda 55 pessoas, entre passageiros e tripulação.

Sobre a Inspirali

Criada em 2019, a Inspirali atua na gestão de escolas médicas do Ecossistema Ânima. É uma das principais empresas de ensino superior de Medicina no Brasil, com mais de 13 mil alunos e 14 instituições – localizadas em capitais como São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Florianópolis e Natal – e importantes centros de desenvolvimento do país, como Piracicaba (SP), São José dos Campos (SP), Cubatão (SP), Tubarão (SC), Vespasiano (MG), Irecê̂ (BA), Jacobina (BA), Guanambi (BA) e Brumado (BA).

As graduações em Medicina seguem modelo acadêmico reconhecido entre os mais inovadores do mundo e pensado para formar profissionais de alta performance com uma visão integral do ser humano. O portfólio da Inspirali contempla também cursos livres e especializações focados na medicina integrativa e aborda temas relevantes no cenário global, a exemplo da pós-graduação em cannabis medicinal, primeiro curso na área certificado pelo Ministério da Educação (MEC). A aprendizagem digital ativa oferece recursos tecnológicos (robôs de alta fidelidade e realidade virtual e aumentada MedRoom) e apoio socioemocional, assim como as atividades práticas e o acompanhamento personalizado.

Contatos com a imprensa

Textual Comunicação

Juliana Antunes – julianaantunes@textual.com.br – 11-98451-3850

Diogo Cruz – diogocruz@textual.com.br  11-98219-1672

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6397