“Não vou recuar”, afirma Rodrigo Guedes em defesa aos usuários de transporte coletivo de Manaus

Compartilhe:

Em discurso na Câmara Municipal de Manaus (CMM), nesta terça-feira (29), o vereador Rodrigo Guedes (PSC) apresentou no plenário uma denúncia contra os ataques que tem recebido pelo Sindicato dos Rodoviários de Manaus, nos últimos dias, após publicar um vídeo em que pediu para um motorista de ônibus buscar uma idosa que foi ignorada pelo mesmo em um ponto de ônibus.

O vereador destacou que os parlamentares têm o poder de fiscalizar o serviço público municipal e que a população manauara usuária de transporte coletivo não pode mais sofrer com o desserviço de ser ignorada nas paradas de ônibus por muitos motoristas, situação recorrente em Manaus, conforme diversos relatos recebidos pelo vereador nas redes sociais.

“É uma idosa, vamos perguntar aos servidores terceirizados da Casa, vamos aos Terminais e veremos que 10 em cada 10 usuários do transporte coletivo reclamam dessa situação. Quero que me provem que estou errado. Eles também são trabalhadores, eu convido os 41 vereadores a irem até o local [ponto de ônibus] comigo e ver que havia espaço para parar sim e isso precisa acabar. Isso acontece com todos os usuários do transporte coletivo. Isso precisa acabar. Todos merecem dignidade, do trabalhador, cobrador, aos passageiros”, ressaltou o vereador.

Ainda durante a sessão plenária, Rodrigo Guedes destacou que por mais que esteja recebendo ataques do Sindicato, não irá se intimidar e parar o seu trabalho em decorrência das ameaças.

“Eu não me acuo, não vai ser esse tipo de ameaça que irá parar o meu trabalho. É o trabalho de fiscalização nosso, de todos os parlamentares. Imagina agora se alguém vai dizer o que nós podemos fazer ou não? Meu trabalho de fiscalização vai continuar. Não adianta me ameaçar porque ser parlamentar é ser a voz do povo”, afirmou.

Texto: Déborah Arruda – Assessoria de Comunicação do vereador
Foto: Robervaldo Rocha/CMM

Compartilhe: