Mais de 500 pessoas solicitam Carteira de Identidade Nacional durante ação social em comunidades indígenas no rio Negro

Compartilhe:

Em uma das comunidades cerca de mais de 100 indígenas não possuíam documento de identificação

Mais de 500 solicitações de Carteiras de Identidade Nacional (CINs) foram recebidas pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) durante ações realizadas em três comunidades indígenas Yanomami. As atividades ocorreram entre os dias 11 e 16 de janeiro nas zonas rurais dos municípios de Santa Isabel do Rio Negro (distante 630 quilômetros de Manaus) e São Gabriel da Cachoeira (a 852 quilômetros de Manaus).

O mutirão de documentação básica beneficiou, inicialmente, moradores indígenas das comunidades Maturacá e Ariabu, de 11 a 13 de janeiro. Nesse período, as equipes do Instituto de Identificação do Amazonas Aderson Conceição de Melo (IIACM), responsável pela emissão de CINs no Estado, receberam solicitação de 384 documentos de identificação de residentes nas duas comunidades.

Já na comunidade Maiá, as ações foram realizadas entre os dias 14 e 16 de janeiro, com a solicitação de 184 novas CINs. Nessa comunidade, que tem cerca de 650 moradores, mais de 100 indígenas não possuíam nenhum documento de identificação.

As ações contaram, ainda, com outros serviços oferecidos pela equipe do setor de documentação da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) e pela Defensoria Pública do Amazonas (DPE). Entre os serviços destacam-se emissão da segunda via da certidão de nascimento e orientação jurídica para outros procedimentos, respectivamente.

O mutirão de documentação nas comunidades indígenas Yanomami foi coordenado pela Funai, com o apoio da SSP-AM, por meio da atuação de equipes do Instituto de Identificação do Amazonas Aderson Conceição de Melo (IIACM).

Fotos: Divulgação / SSP-AM

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6524