Laudo confirma lesões em ex-vocalista da Feras do Forró agredida por cantor Maykinho

Compartilhe:

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) confirmou que a ex-vocalista da banda Feras do Forró, Bruninha Charly, foi vítima de agressão física. A divulgação sobre o resultado foi feita pelo advogado de defesa Lucivan Araújo neste fim de semana e confirma que a jovem relatou em  depoimento à polícia.

Ela acusa o cantor Maycon Carvalho Alvarenga, mais conhecido como Maykinho, de agressão física e psicológica. O exame de corpo de delito feito pelo médico legista Celso Braga Gomes aponta que Bruninha Charly tem presença de lesões corporais.

“O laudo do IML é claro e aponta as lesões sofridas pela Bruninha. Ela sofreu escoriações no lábio inferior e abaixo da boca, além de uma lesão avermelhada na região torácica e marcas na coxa direita e no antebraço direito. O documento ainda aponta que houve ofensa à integridade corporal por meio de ação contundente, não restando dúvidas do depoimento dela à polícia: ela foi duramente agredida pelo Maykinho”, declarou o advogado de defesa.

Entenda o caso

Bruna teve um relacionamento amoroso com Maykinho por mais de um ano e cantava junto com ele na banda Feras do Forró. Durante o tempo do relacionamento, a jovem era abusada fisicamente e psicologicamente pelo forrozeiro.

Bruna usou as suas redes sociais para trazer o caso à tona após receber inúmeras ameaças. O relacionamento terminou em março após ela ser agredida e ter o pescoço pisado pelo cantor.

“Eu fui agredida de todas as formas que vocês possam imaginar e eu estou sem chão. Eu perdi a minha voz com o pisão que ele deu no meu pescoço. Só tenho 19 anos, sou uma menina e o que eu mais gostava de fazer era cantar e a minha voz foi tirada de mim. Eu quero justiça!”, contou Bruna.

O advogado Lucivan Araújo solicitou a medida protetiva, que foi concedida pela Justiça. A defesa ainda vai entrar com uma ação trabalhista, já que Bruninha passou um ano cantando na banda sem receber cachê por isso, e de reparação de danos em decorrência da lesão sofrida no pescoço.

Para baixar o vídeo do depoimento da vítima basta acessar: https://we.tl/t-S3Q39u0iVa

Texto: BS2 Comunicação

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6331