Justiça do Amazonas mantém Coronel Menezes no partido de Bolsonaro

Compartilhe:

Decisão foi proferida pelo desembargador João Simões, nesta segunda-feira (8)

O desembargador João Simões negou agravo de instrumento interposto pela Comissão Executiva Municipal do Partido Liberal (PL) que expulsou o militar da reserva do Exército Brasileiro, Coronel Alfredo Menezes, da sigla e mantém o dirigente no partido.

A decisão foi proferida pelo magistrado, nesta segunda-feira (8), por meio da Terceira Câmara Civil.

“Acautelo-me quanto à concessão de efeito suspensivo, e, na oportunidade, determino a intimação da parte agravada para apresentar contrarrazões no prazo legal”, descreveu em sua decisão o magistrado.

Coronel Menezes ingressou com uma ação na Justiça do Amazonas após o Conselho de Ética formada pela Comissão Executiva Municipal do PL Manaus optar pela expulsão do militar da reserva. Esta é a segunda decisão a favorável ao político.

Menezes é o vice-presidente estadual do PL no Amazonas e acionou as esferas judicial e administrativa, no final de agosto do ano passado, contestando a decisão da Comissão Municipal do partido.

Coronel Menezes disse ainda que recebe a notícia com serenidade. “Tudo no tempo de Deus”, afirmou.

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6409