Joana Darc resgata mais de 30 animais no bairro Tarumã

Compartilhe:

Cavalo, Porcos, Bois e Cabritos estavam vivendo em meio do lixo, fezes, fossas e animais mortos

Uma mega operação comandada pela deputada estadual Joana Darc (União Brasil), realizou nesta segunda-feira (06), o resgate de mais de 30 animais de grande e pequeno porte que viviam em condições precárias numa fazenda, no Tarumã, Zona Norte da cidade.

A equipe, composta por protetores e membros da Comissão de Proteção dos Animais, Assuntos Indígenas, Cidadania e Legislação Participativa (CPAIP), da qual a parlamentar é presidente, esteve no local e constatou as péssimas condições sanitárias e o estado debilitado dos animais.
A operação contou com o apoio da equipe da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente e Urbanismo (DEMA), do batalhão ambiental, Polícia Civil do Amazonas e da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas – ADAF, sendo comprovado, inclusive, que a propriedade não possui a Guia de Trânsito Animal (GTA).

No local havia muito lixo, sacos com chorume (gordura de carne de animais), recipientes de água parada, pregos, objetos cortantes, fezes dos próprios animais que não eram recolhidas e alguns animais mortos. Além disso, a equipe também identificou que as fossas das casas vizinhas despejavam os dejetos humanos no local, contribuindo também, para risco da saúde dos animais.

Joana Darc declarou que não deixará impune os responsáveis por esse crime contra os animais. “Os animais eram mantidos em um ambiente de total insalubridade. Os bichos estavam muito assustados e por isso tivemos muitas dificuldades para resgatá-los. A equipe precisou usar de todas as estruturas possíveis para salvar esses animais daquele verdadeiro inferno e das mãos de pessoas que não têm um mínimo de sensibilidade com esses seres vivos tão indefesos. Não irei medir esforços para punir os responsáveis por esse crime”, dispara.

Todos os animais, foram resgatados e encaminhados para um lar temporário onde receberão os cuidados necessários e, posteriormente, colocados para adoção.

Por meio da CPAIP, a deputada disse que tomará as providências necessárias para que o local seja interditado, na qual atualmente oferece riscos de saúde tanto para os animais como aos moradores da vizinhança.

Os donos foram autuados com multas de mais de 10 mil reais e serão processados por danos morais e maus-tratos.

Compartilhe: