HGP recebe Selo Internacional Angels como excelência em AVC

Compartilhe:

A unidade hospitalar gerida pela SES-TO é a única pública do Tocantins a ter a certificação



Luciana Barros/Governo do Tocantins

Uma notícia boa para a saúde. A Unidade de Cuidados Agudos do AVC (U-AVC) do Hospital Geral de Palmas (HGP) recebeu na quarta-feira, 27, a certificação com o Selo Internacional Angels, o qual atesta o atendimento de excelência aos pacientes. O programa qualifica centros de saúde de acordo com os padrões mundiais de qualidade no atendimento. Ele oferece ferramentas que identificam oportunidades de melhoria nos processos internos, suporte para implementação e gerenciamento de protocolos, treinamento e capacitação para todas as áreas envolvidas na assistência ao AVC, bem como materiais para conscientização dos pacientes.

Segundo a gerente da Iniciativa Angels no Brasil, Kamila Fachola, “hoje no Brasil, temos nesta iniciativa mais de 500 hospitais, onde a Angels atua, organizando as unidades para que sejam excelentes no atendimento de AVC, salve muitas vidas e propicia que o paciente volte para casa com menos de sequelas possíveis. Estamos celebrando que o HGP é um Hospital pronto com atendimento de excelência de nível internacional com atendimento de AVC”.

O HGP se tornou referência em atendimento a usuários da referida patologia. A unidade dispõe da Unidade de Cuidados Agudos do AVC (U-AVC) com uma equipe multidisciplinar treinada para melhor atender o paciente e prestar assistência contínua ininterrupta (24 horas). O espaço foi criado em 2016, onde são realizados procedimentos com o uso de trombolítico, conforme protocolos clínicos e diretrizes terapêuticas.

Só em 2023 (até julho), foram acolhidos 157 pacientes na U-AVC/HGP. Dessas internações, 61,7% foram Acidente Vascular Cerebral Isquêmico e 22,3 % Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico (AVCH).

Para o diretor geral do HGP, Leonardo Toledo, “é um momento de muito orgulho para nós, a unidade do AVC receber um prêmio tão importante como este. Agradeço toda equipe de profissionais que atuam na assistência aos nossos pacientes”, declarou.

O médico neurologista, Marcelo Cabral explicou que “este momento é importante receber esta certificação internacional. É uma conquista para toda população tocantinense, um atestado de qualidade da assistência à saúde dos usuários. Estaremos esta semana nas aldeias e vamos ensinar como reconhecer o AVC e o fluxo no caso o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) das cidades próximas que trazem para o HGP”.

Programação

Nesta quinta e sexta-feira, 28 e 29, quatro escolas da etnia Xerente – Srẽmtôwẽ, Waikarnãse, Suzawre e Sakruiwe – receberão a iniciativa “Fast Heróis” em suas aldeias indígenas, na região de Tocantínia. O projeto ensina crianças entre cinco e dez anos, de forma lúdica, os principais sintomas de um Acidente Vascular Cerebral e ressalta a importância de socorrer o paciente rapidamente, evitando possíveis sequelas e mortes decorrentes do derrame. Isso é especialmente relevante devido à ligação única entre as crianças e seus avós, uma vez que a prevalência do AVC ocorre predominantemente em pessoas acima dos 55 anos de idade.

A programação das escolas está dividida em dois turnos (manhã e tarde) e estão envolvidas mais 300 crianças. Durante os treinamentos, com cerca de uma hora e meia de duração, serão apresentados três super-heróis – Vovô Simão (Sorriso), Vovô Bruno (Abraço) e Vovó Fiona (Fala) – e seus superpoderes e o vilão “Coágulo”. As crianças também conhecem Tiago, neto dos super-heróis, que os ajuda a aprender sobre os superpoderes (sintomas) e os ensina como agir ao suspeitar um quadro de AVC: ligar para o 192 (SAMU). Todas as crianças receberão material didático após o treinamento.

Foto 01: Selo internacional Angels, que atesta o atendimento de excelência aos pacientes de AVC
Foto 02:É o único hospital público do Tocantins a receber este selo internacional da Angels

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6397