Gestão Bi Garcia amplia em 600% número de salas de aula em Parintins

Compartilhe:

Estruturação da rede de ensino municipal inclui novas escolas construídas e preparação de profissionais para a retomada do ensino presencial

 

De 2005 até os dias atuais, sob a gestão do prefeito Frank Bi Garcia (DEM), Parintins conseguiu ampliar em mais 600% a quantidade de salas de aulas na zona urbana e rural. À época, a atual administração recebeu o sistema de educação parintinense com apenas 12 salas de aulas construídas em alvenaria, realidade bem distante das atuais 174 salas disponíveis aos estudantes da região.

 

Com investimentos voltados para a estruturação da rede municipal de educação, cerca de 90 novas salas em alvenaria no perímetro urbano do município foram construídas, trabalho que também se expandiu para as escolas da zona rural de Parintins, incluindo novas salas de aula na região de Várzea.

 

Apesar de se destacar como o gestor que mais construiu salas de aula em Parintins, Bi Garcia garante que o trabalho pela educação ainda está longe de acabar. Com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), 04 escolas na zona rural estão em fase de construção, todas na região de Terra Firme de Parintins, além de outras quatro escolas levantadas com recursos próprios. Já na região de Várzea, são 07 escolas em obras, que somadas às da zona urbana chegam a 17 no total.

 

“Construir novas escolas e mais salas de aulas é um compromisso que assumi com o povo parintinense e estamos atuando de maneira intensiva para deixar um legado na educação no município. Nossa preocupação principal agora também é fazer com que o retorno às aulas presenciais seja o mais seguro possível e que a rede municipal e professores estejam preparados para receber os alunos no pós-pandemia”, afirma Bi Garcia.

 

Formação de professores

 

Por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Parintins deu início ao ano letivo para as escolas localizadas na região de várzea do município. No entanto, antes de irem para as salas de aula, professores e demais profissionais da rede vão passar por um curso de formação continuada. Segundo o secretário municipal de Educação, Azamor Pessoa, o curso é essencial para preparar melhor o corpo técnico responsável por receber crianças e jovens com segurança para todos.

 

“Precisamos sim capacitar cada vez mais nossos profissionais, tanto na área pedagógica quanto em conhecimentos sanitários, porque nós estamos retornando ainda com a pandemia, mas de forma adequada e seguindo todos os protocolos de saúde”, destaca Azamor.

 

A professora Iracisa Maria Castro, da Comunidade São Vicente do Itaboraí do Meio, enfatiza a importância da formação pedagógica, principalmente por conta do período de pandemia. “Essa formação, por causa da pandemia, ganha um valor muito maior. Além das mudanças na BNCC (Base Nacional Comum Curricular) também tem a questão dos cuidados com a pandemia e como devemos proceder com nossos alunos em sala de aula”, reforça a professora.

 

Como uma forma de minimizar os impactos da pandemia na educação dos alunos parintinenses, a Secretaria Municipal de Educação criou o programa “Aprendendo em Casa pelas ondas do Rádio”, que de forma remota levou o conteúdo de ensino a aproximadamente 10 mil estudantes das escolas da zona urbana e rural. Os alunos do 4º ao 9º Ano receberam os conteúdos elaborados por seus professores e apostilas para acompanhar as aulas em casa.

 

Foto: Yuri Pinheiro

Compartilhe: