Fundação Alfredo da Matta tem aumento de 77% no número de atendimentos no primeiro mês do ano

Compartilhe:

Facilidade no acesso aos serviços e mutirão contribuíram para elevar índices de produção da Fuham

 

A Fundação Hospitalar Alfredo da Matta (Fuham), vinculada à Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), teve aumento de 77% no número de atendimentos totais em janeiro de 2023, em comparação com janeiro de 2022. O índice positivo foi influenciado pela mudança do sistema de acesso aos serviços da instituição, facilitando os atendimentos abertos e os regulados pelo sistema da saúde pública.

 

O diretor-presidente da Fuham, médico dermatologista Carlos Chirano, afirma que o resultado era esperado diante das providências tomadas logo no início do ano. “É muito prazeroso ver esse resultado. Isso é fruto da abertura do acesso às pessoas e do comprometimento dos servidores (da Fuham) de aumentar sua capacidade de trabalho”, assinala o gestor, destacando como fator importante a abertura das portas para acesso direto da população à Fundação.

 

“Quando a fila fica muito longa, o paciente resolve os problemas por outros meios ou então o problema se resolve e ele falta no dia. As agendas estavam cheias. Então a gente resolveu quando dividiu parte regulada e parte porta aberta de acesso livre”, apontou Carlos Chirano.

 

Na divisão estatística, o índice de maior crescimento foi nos atendimentos finalizados (atendidos, lançados, encerrados). Em janeiro de 2022, foram registrados 4.678 atendimentos, contra 8.698, no mesmo mês de 2023, um aumento de 85%. Nos atendimentos laboratoriais, o aumento foi de 22%, saindo de 749 atendimentos, em janeiro de 2022, para 920, no mesmo mês deste ano. Os dados foram compilados e organizados pela Subgerência de Produção de Serviços de Saúde da Fuham.

 

Mutirões

No fim de janeiro, a Fuham voltou a realizar o mutirão de atendimento dermatológico. Esta atividade, além de diminuir a fila de espera, auxilia a área de pesquisa e procura por novos casos de doenças endêmicas, como é a hanseníase. No dia 11 de março, a Fundação vai realizar um outro mutirão, dessa vez para diminuir a fila de cirurgias dermatológicas, quando 40 pacientes mais graves, a maioria de câncer de pele, passarão pelos procedimentos.

 

Carlos Chirano destacou o resultado positivo advindo dos mutirões. “Quando a gente faz um grande atendimento coletivo, dando acesso às pessoas num final de semana, isso aumenta muito o número de pessoas atendidas. Isso é prestação de serviço, que é a nossa missão, trazendo resolutividade, acesso, facilidade, atendimento rápido e dá essa contribuição social para essas pessoas”, finalizou o diretor-presidente da Fuham.

 

Atendimento

Para ser atendida na Fuham, a pessoa deve comparecer, nos dias de semana, a partir das 6h, portando carteira de identidade e cartão do SUS, para quem vem pela primeira vez. Quem tiver encaminhamento de outra unidade de saúde deve trazer também o documento.

 

Ao chegar na Fuham, toda pessoa passa pela triagem porque pode apresentar dermatoses que não foram detectadas. O limite diário de fichas de atendimento é de 50 pacientes. Uma observação importante: nas quartas-feiras, só há atendimento para Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). 

 

Localização

A Fundação Hospitalar Alfredo da Matta está localizada na avenida Codajás, número 24, bairro Cachoeirinha, esquina com a avenida Carvalho Leal, zona centro-sul de Manaus.

 

FOTOS: Roberto Carlos/Secom

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6083