Faculdade de Medicina realiza ação de saúde junto aos imigrantes venezuelanos até sexta-feira, 30

Compartilhe:

Departamento de Saúde Coletiva da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Amazonas (DSC/FM/Ufam) realiza ação de saúde junto aos imigrantes venezuelanos até sexta-feira, 30, na sede da instituição parceira Cáritas Arquidiocesana de Manaus, localizada na Avenida Joaquim Nabuco, 1023, Centro.

A ação de saúde corresponde ao Projeto de Iniciação Cientifica (Pibic- 2020/2021), denominado “Migrações, Vulnerabilidade e Saúde: aspectos da vida, trabalho e condições de saúde de refugiados venezuelanos atendidos pela Cáritas no último trimestre de 2019”, cuja orientação está à frente a professora Cecília Freitas, envolvendo a orientanda do 7º período do Curso de Medicina, a aluna Suame Carvalho de Souza, além de três alunas voluntarias do mesmo curso: Diedra Naara, Evelin Brasil e Jady Lopes.

Segundo a docente, a participação dos estudantes está sendo importante, em razão de conhecer a realidade dos imigrantes venezuelanos. Cecília Freitas acredita que, a partir daí, é possível a coleta de dados, permitindo assim com os estudantes possam compreender as condições de saúde dessas pessoas, refletindo para ações futuras. Devido à pandemia essa atividade não foi possível realizar, mas, com a flexibilização, o projeto foi submetido junto a Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesp) e, agora, volta em  plena atividade, disse a docente.

A Ação de Saúde disponibiliza aos participantes o Teste-Rápido (investigação de presença de sífilis, HIV, e hepatites B e C), teste de glicemia, exame dermatológico básico e aferição de pressão arterial, além da vacina imunizante da Influenza. Os resultados desses exames e os dados obtidos com a entrevista social realizada com cada refugiado, serão conclusivos para o relatório final do Pibic.

De acordo com a docente, há instituições parceiras desenvolvendo essa Ação de Saúde, como: a Policlínica Gilberto Mestrinho, profissionais de saúde do Corpo de Bombeiros, a Clínica da Família Dr. Antônio Reis e a Liga de Infectologia da FM/UFAM. Cécilia Freitas informa também que algumas pessoas deram contribuição financeira ou com gêneros alimentícios para essa Ação.

Compartilhe: