Estudantes de escola estadual de Tocantinópolis são medalhistas na Olimpíada Brasileira de Robótica

Compartilhe:

Olimpíada é considerada o maior evento de robótica da América Latina

Seduc/Governo do Tocantins

Estudantes da Escola Estadual Girassol de Tempo Integral XV de Novembro, de Tocantinópolis, conquistaram 6 medalhas de bronze na Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), edição 2023, modalidade teórica.  A olimpíada é considerada o maior evento de robótica da América Latina e classifica equipes para a RoboCup, maior evento de robótica do mundo.

Orientados pelo professor de Matemática, Claudir Aguiar de Oliveira, os estudantes medalhistas Ana Carolina Miranda Kosinski, Esterfanny Guedes Ribeiro, José Lemos Pinheiro de Oliveira Machado, Kayo Henrique Rodrigues da Conceição, Lucas Pimentel Marinho Aguiar e Luiz Fernando Pimentel Marinho Aguiar tinham como desafio realizar provas teóricas que abordassem problemas relacionados à robótica e que pudessem ser solucionados a partir de ferramentas e conceitos compreendidos no currículo escolar básico, como ciências, matemática e linguagens.

O professor Claudir disse que a conquista das medalhas é reflexo do Clube de Robótica que já funciona há 2 anos. “Decidimos montar o clube para atender ao modelo integral da escola e fortalecer a formação acadêmica dos estudantes. Desta forma, com um trabalho direcionado para a robótica e com os conteúdos abordados nas disciplinas de Ciências e Práticas Experimentais de Ciências, estamos tendo ótimos resultados”.

A estudante Esterfanny Guedes, medalhista de bronze por 2 anos consecutivos, relata que no clube de robótica são realizados experimentos e competições entre os participantes. “Nos encontros, existe a preparação para as provas teóricas da OBR e isso é uma experiência muito desafiadora, porém divertida, pois conhecemos novas tecnologias e aprimoramos nossos conhecimentos a cada nova participação na disputa. No clube, já construímos um braço robótico/hidráulico e carrinho elétrico”.

A diretora da unidade escolar, Simone Resplandes Borges de Morais, destaca o papel do clube de protagonismo na conquista das medalhas. “Essa iniciativa fortalece o processo de ensino e aprendizagem, uma vez que desenvolve nos estudantes habilidades para além dos conteúdos programáticos em sala de aula. As medalhas obtidas refletem esse trabalho de qualidade desenvolvido pelo professor e estudantes”.

Olimpíada Brasileira de Robótica

A Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) tem como objetivo estimular os jovens nas carreiras científico-tecnológicas, bem como identificar talentos, promover debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem brasileiro.

A OBR possui duas modalidades: Prática e Teórica, que procuram adequar-se tanto ao público de escolas que já têm contato com a robótica educacional quanto ao público que nunca viu robótica. As atividades acontecem por meio de competições práticas (com robôs) e provas teóricas em todo o Brasil.

Fotos: Seduc/Governo do Tocantins

Foto 01 – Orientados pelo professor de Matemática, Claudir Aguiar de Oliveira, os estudantes conquistaram 6 medalhas de bronze

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6083