Está nascendo o Hospital Dia da Fundação Alfredo da Matta

Compartilhe:

Com investimento do governo do estado por meio da Unidade Gestora de Projetos Especiais-UGPE, está em pleno andamento a construção do Hospital Dia da Fundação Alfredo da Matta-FUHAM.

Com quatro leitos iniciais e acoplado ao Centro Cirúrgico que está sendo totalmente reformado, o Hospital Dia é o embrião de algo maior no futuro que contará com 25 leitos.

Em novembro do ano passado após a transformação da instituição por lei enviada pelo governador Wilson Lima à ALEAM, em unidade hospitalar, o passo seguinte foi a concretização dessa mudança de tipologia de ambulatório para Hospital.

Por determinação legal por parte do Ministério da Saúde, essa mudança tinha que cumprir algumas etapas e, a efetivação da instalação dos leitos de recuperação para curta permanência, era uma exigência a ser cumprida.

O antigo Centro Cirúrgico da FUHAM não atendia às normas sanitárias e nem estava credenciado pelo MS para funcionar como tal.

Inspeções de órgãos de controle e da própria Vigilância Sanitária constaram essa falta de condições e determinaram o fechamento do setor.

Pacientes ali operados corriam sérios riscos.

Inclusive, nos anos de 2019 e 2020, houve situações de quase morte de três pacientes que foram socorridos e transferidos imediatamente para unidades de urgência ao apresentarem sinais de risco de vida durante as cirurgias.

O Diretor Presidente da entidade de saúde o Farmacêutico Bioquímico Ronaldo Amazonas foi categórico em afirmar que gestores de pelo menos três gestões anteriores sabiam dessa realidade porém negligenciaram as medidas legais administrativas e sanitárias a fim de que essa problemática fosse equacionada.

Tão logo o secretário de saúde do estado Anoar Samad tomou conhecimento da situação, envidou todos os esforços para que o Centro Cirúrgico da instituição fosse totalmente demolido e reconstruído como está sendo com obras aceleradas.

O governador Wilson Lima determinou a liberação dos recursos financeiros por parte da UGPE e todos aguardam que até o final do ano as obras estejam prontas e sejam inauguradas.

Ronaldo Amazonas enfatiza que nenhum paciente deixou de ser atendido ou operado pois tratou de elaborar termos de cooperação com três outras unidades de referência onde esses pacientes estão sendo operados desde o mês de abril de 2022.

Há sim, de fato, uma demanda reprimida de aproximadamente 400 pacientes os quais estão sendo operados de câncer de pele e outras cirurgias dermatológicas no Hospital Delphyna Aziz.

Conclui Ronaldo Amazonas, que o Ministério Público do Estado acompanha de perto essa situação inclusive tendo recebido a visita da Procuradora Claudia Câmara que, após instalar um inquérito apropriado para o caso, tem sido informada permanentemente do desenrolar dos fatos que circunscrevem o tema.

A FUHAM é uma instituição de saúde referência em dermatologia básica, avançada e cirúrgica que atende diariamente mais de 500 usuários do sus com excelência e dedicação do seu corpo técnico e profissional, tendo um índice quase zero de reclamações na mídia ou nas redes sociais, mercê de uma administração austera e comprometida com um atendimento cada vez mais humanizado e eficiente.

 

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6535