Em ação na Sefaz, ‘Vampirão’ do Hemoam coleta 50 bolsas de sangue

Compartilhe:

Ação teve participação de mais de 70 pessoas, entre servidores da instituição, público externo e funcionários de órgãos públicos no entorno da Sefaz

Cinquenta bolsas de sangue foram coletadas na unidade móvel da Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam), conhecida como “Vampirão”, em ação realizada no estacionamento externo da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-AM), na avenida André Araújo, bairro Aleixo, zona centro-sul, na manhã desta quinta-feira (02/02).

A ação social, realizada numa parceria da Sefaz com a Fundação Hemoam, ocorre, tradicionalmente, nesse período próximo ao Carnaval, quando é registrado um aumento no número de acidentes e na necessidade de transfusões de sangue.

“Essa parceria que a gente faz com o Hemoam já acontece há alguns anos no intuito de aumentar o estoque das bolsas de sangue, neste período de pré-Carnaval, devido ao crescimento da demanda. Estendemos essa ação para a população em geral, contribuintes, colegas dos órgãos ao redor da Sefaz, para conscientizar sobre a importância de doar rotineiramente e, ao mesmo tempo, alcançar a meta”, explicou Joana Moss, chefe do setor de Assistência ao Servidor da Sefaz.

A ação contou com a participação de mais de 70 voluntários. Os interessados foram submetidos a uma triagem prévia. Quem preencheu os requisitos necessários efetivou a doação dentro da unidade móvel. O saldo foi de 50 bolsas de sangue coletadas, que irão ajudar o Hemoam a abastecer unidades de saúde tanto da capital quanto do interior.

“O Hemoam tem intensificado as campanhas em virtude da proximidade do Carnaval. Nós sabemos que muitas pessoas acabam se ferindo seriamente em acidentes e vão precisar de sangue. Por causa disso, precisamos estar preparados para atender a população”, assinala Rejane Medeiros, subgerente de Coleta Externa do Hemoam.

Doadores

Vários servidores participaram da campanha. A funcionária da Sefaz, Tainá Silva, foi uma das primeiras a fazer a doação. Mesmo sem experiência e com medo, levou adiante a vontade de ajudar.

“É a primeira vez que estou doando. Eu sempre tive curiosidade e, ao mesmo tempo, receio. Hoje, veio a oportunidade e eu vim ver como era. Foi super-rápido e tranquilo. A doação é importante para ajudar outras pessoas que podem precisar no futuro”, declarou, com um sorriso no rosto.

A estudante Yasmim Claudia Almeida soube da ação por meio do pai, que é servidor da Sefaz. Sem hesitar, compareceu ao local para contribuir.

“Sempre quis doar sangue, só que muitas vezes a gente acaba não fazendo porque não tem tempo. Como estava livre, eu vim. É rápido e ajuda a salvar uma vida. Então, se der, tirem um tempo para contribuir”, estimulou a jovem de 20 anos.

FOTOS: Divulgação/Sefaz-AM

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6196