Câmara Municipal de Manaus concede Prêmio Mulher Cidadã para personalidades femininas de destaque

Compartilhe:

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM) agraciaram representantes de diversos segmentos com o Prêmio Mulher Cidadã, nesta quinta-feira (07/03). A premiação reconhece e valoriza o trabalho, a história de vida e a contribuição de figuras femininas para sociedade.

O prêmio foi instituído em 2021, por meio da Lei nº 2.797, de autoria do vereador Professor Samuel Monteiro. “É com muito orgulho que nós prestamos essa valorização à Mulher Cidadã. Sabemos que as mulheres estão cada vez mais conquistando seu espaço. E devemos valorizar essas mulheres fortes e aguerridas, que sempre se destacaram pelas ações e trabalhos realizados para a sociedade, seja em qualquer das ocupações que exerçam: em cargos públicos, como empreendedoras, dentro da sala de aula, dentro de casa. Hoje, temos mulheres que estão ocupando grandes cargos políticos. Esse prêmio reconhece o trabalho realizado pelas mulheres, destacando a grandeza e a importância que elas têm para a sociedade”, enfatizou o vereador Professor Samuel.

Uma das homenageadas do dia foi a jornalista e servidora da Secretaria de Estado de Fazenda do Amazonas (Sefaz), Shirley Assis. “Quando ingressei no mercado de trabalho, tanto em redação quanto na Secretaria de Fazenda, no final da década de 80, a presença delas era reduzida. Ao longo dos anos as mulheres têm ocupado mais espaços, mas vale ressaltar que os postos de chefia ainda são, eminentemente, ocupados por homens. Este prêmio confere visibilidade para as conquistas de cada uma dessas mulheres aqui presentes, estimulando a nova geração a seguir os passos dessas vitoriosas e reduzindo o preconceito e a desconfiança que ainda existe quanto ao potencial delas”, destacou a jornalista

A jornalista frisou que a ascensão feminina não representa uma guerra de gêneros, mas a possibilidade de instituir uma sociedade igualitária quanto por meio da meritocracia. “Esse prêmio mostra que as mulheres estão crescendo intelectualmente, procurando se especializar para ocupar postos de destaque quando tiverem oportunidades. Não é uma questão de competir, mas de somar com os homens em benefício da sociedade. Afinal, estamos juntos no mesmo barco”, pontuou.

As jornalistas Cynthia Blink e Anny Margareth, proprietária do site Radar Amazônico, além de Michele Moraes, produtora e apresentadora do programa Agro Amazonas, destaque na grade nacional da Tv Brasil, receberam a premiação. “É uma forma de valorizar o trabalho das mulheres produtoras que atuam no campo e que fazem a diferença ao produzir conteúdo audiovisual com qualidade, gerando renda para suas famílias”, relatou Michele Moraes.

Outra homenageada pelos vereadores foi a coordenadora de programas e projetos federais da Secretaria de Educação e Desporto do Amazonas (Seduc), a socióloga e doutora em Sociologia Vera Lúcia Barreto. “Eu penso que esse reconhecimento é fruto do trabalho que a gente desenvolve com a pauta da Educação Fiscal junto a estudantes e professores. Desde 2019, realizamos um trabalho em parceria com a Sefaz e outras instituições. Em encontros e dinâmicas de grupo, promovemos discussões a respeito da relevância da tributação e a função social dos impostos. As mulheres são primordiais nessa difusão de conhecimento porque estão presentes em todas as camadas da população, em especial liderando os lares onde transmitem os valores para os filhos”, disse Vera.

Mulheres que travaram lutas pessoais contra graves doenças também receberam o prêmio. “Estamos presentes por termos vencido o câncer. Somos abençoadas por Deus por estarmos aqui agradecendo a vida. Essa homenagem demonstra que não estamos sozinhas. Considero essa homenagem uma forma de valorizar o nosso esforço, nos dando força para continuarmos lutando”, disse a dona de casa Livete Brito da Silva.

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6406