As Vantagens do atendimento presencial na contratação de um advogado habilitado no Brasil e em Portugal

Compartilhe:

Luciana Lopes*

Na cidade de São Paulo, a maior metrópole do Brasil, há uma significativa população de descendentes de portugueses. Esses indivíduos frequentemente possuem interesses e necessidades legais tanto no Brasil quanto em Portugal, incluindo a aquisição da nacionalidade portuguesa. Nesse contexto, a escolha entre atendimento presencial e atendimento online pode ter um impacto significativo na satisfação do cliente. Embora a conveniência do atendimento online seja inegável, há inúmeras vantagens em optar pelo atendimento presencial ao contratar um advogado habilitado e inscrito tanto na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) quanto na Ordem dos Advogados de Portugal (OA), como os exemplos a seguir:

  1. Conexão Humana

A relação entre advogado e cliente é fundamentalmente baseada na confiança e o atendimento presencial contribui para criar um ambiente de empatia e segurança no compartilhamento de informações sensíveis e pessoais, essenciais para a construção de uma representação eficaz.

  1. Conhecimento Jurídico Bilateral

Contar com um advogado que possui atuação em ambos os Países é extremamente vantajoso para a comunidade de descendentes de portugueses em São Paulo, seja por interesse na dupla nacionalidade, abertura de inventários em caso de falecimento do cidadão português, atualização do estado civil, além de negócios em ambos os países. Ressalto que o atendimento presencial facilita a troca de informações complexas que podem envolver nuances específicas de cada sistema jurídico, oferecendo soluções integradas e coerentes.

  1. Avaliação de Documentos e Evidências

Seja no Brasil ou em Portugal, as questões de Direito são frequentemente complexas, burocráticas e a análise de documentos é uma parte crucial para definição de estratégias jurídicas.

No atendimento presencial, os clientes podem trazer documentos físicos para revisão imediata e o advogado tem chances de explicar detalhadamente os aspectos legais para que o cliente compreenda plenamente a sua situação, minimizando o risco de mal-entendidos.

  1. Personalização do Atendimento

Ao compreender melhor o contexto e os objetivos do cliente, o advogado tem chances de realizar um serviço mais personalizado, atuando de forma autônoma na área de sua expertise ou com parceiros especializados, e pode oferecer formas de pagamento em moedas diversas, beneficiando diretamente clientes que precisam de soluções em ambos os países.

  1. Criação de um Ambiente de Confiança e Privacidade

O ambiente ideal é do escritório, onde os clientes podem discutir seus problemas sem preocupações com a confidencialidade. Essa privacidade é fundamental para garantir que todas as informações relevantes sejam compartilhadas sem hesitação e, certamente, a presença física do advogado reforça a sensação de segurança e comprometimento.

 Além disso, nem todos os clientes têm facilidade com ferramentas digitais. Pessoas idosas ou aquelas menos familiarizadas com a tecnologia podem achar o atendimento presencial mais acessível e confortável.

Conclusão

Contratar um advogado pessoalmente, especialmente quando habilitado e inscrito tanto na OAB quanto na OA, oferece inúmeras vantagens que podem fazer toda a diferença na condução de um caso jurídico. A conexão humana, a clareza na comunicação, o conhecimento jurídico bilateral, a possibilidade de personalização, a assistência na aquisição da nacionalidade portuguesa, e a segurança e privacidade oferecidas por um ambiente presencial são elementos fundamentais para uma representação jurídica eficaz. Para a comunidade de descendentes de portugueses em São Paulo, essas vantagens são ainda mais significativas, pois proporcionam um atendimento que atende às suas necessidades específicas em ambos os países. Embora o atendimento online ofereça conveniência, o atendimento presencial proporciona uma profundidade e qualidade de serviço que podem ser cruciais para o sucesso legal do cliente, especialmente em contextos transnacionais.

*Luciana Lopes é advogada luso-brasileira inscrita na Ordem dos Advogados do Brasil e na Ordem dos Advogados de Portugal. Pós graduada em Direito Tributário pela CEU LAW School e Presidente da Comissão da Direito Migratório da OAB – Subseção de Santo Amaro.

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6535