Artistas do Amazonas Green Jazz Festival iniciam palestras gratuitas nesta sexta-feira

Compartilhe:

As masterclasses são ministradas por artistas e profissionais das áreas de shows e produção cultural, até o dia 29 de julho

A partir de sexta-feira (21/07), o Amazonas Green Jazz Festival, considerado o maior evento do gênero na América Latina, promoverá uma agenda acadêmica com 15 palestras gratuitas com artistas e técnicos do evento. As inscrições garantem certificado de participação e estão sendo realizadas no link: www.sympla.com.br/produtor/amgreenjazzfestival.

No total, serão 13 masterclasses e duas palestras voltadas para as áreas de shows, espetáculos e produção cultural. Os inscritos que participarem dos encontros receberão certificados de horas, que podem ser aproveitadas como carga complementar em cursos de nível superior.

“O Amazonas Green Jazz Festival tem a honra de promover uma programação acadêmica tão especial. Todos são artistas e profissionais de grande know-how, que compartilharão técnicas avançadas e dicas de aprendizado. Além disso, garantimos a tradução simultânea das falas para o português e um ambiente propício para os estudos. Fora que as aulas são fontes de networking para quem deseja ingressar no ramo”, destaca o diretor artístico do evento, maestro Rui Carvalho.

Programação

Na sexta-feira, acontecem duas masterclasses. Das 15h às 16h30, a educadora da Manhattan School of Music, Berklee College of Music e na Hunter College, a australiana Nadje Noordhuis, apresenta os fundamentos do Trompete. Ainda nesse dia, das 17h às 18h30, os interessados por Trombone conferem os principais assuntos com a cantora e compositora norte-americana Natalie Cressman.

No sábado (22/07), das 10h às 12h, a masterclass de Iluminação Cênica será ministrada por Fernanda Mattos, manauara radicada no Rio de Janeiro, que já trabalhou com grandes nomes das artes no Brasil como Paulo Betti e Deborah Colker. Fernanda também é a responsável pela iluminação dos espetáculos do Festival.

No domingo (23/07), das 11h às 12h30, o prodígio americano Jonathan Kreisberg ministrará a masterclass de Guitarra. O guitarrista foi admitido na New World School of Arts, aos 16 anos e, já atuou na New World Symphony Orchestra, que é referência mundial no assunto.

No dia 24 de julho (segunda-feira), o público confere três masterclasses. A primeira, das 10h às 12h, será a de guitarra sob comando de Aldenor Honorato, guitarrista, autor do álbum “Aldenor Honorato Solo Volume 1” e integrante da Amazonas Band. Mesmo jovem, o guitarrista desponta entre os mais promissores da atualidade.

Das 15h às 16h, a masterclass será com uma das mais importantes violinistas de todos os tempos, a americana Regina Carter. Ela é prima do saxofonista de jazz James Carter, que fez história na música.  Nascida em Detroit, Carter começou seu relacionamento com a música aos quatro anos pelo método Suzuki. No decorrer dos anos, se apresentou em grandes festivais e já foi duas vezes júri do Prêmio Pulitzer. Atualmente é destaque na campanha publicitária “Inspired Women” de J. Jill.

E das 17h às 18h30, será a vez da masterclass sobre Percussão Africana com Dizu Plaatjies, música Xhosa e conhecido por ser o fundador e ex-líder do grupo sul-africano Amampondo. Hoje, junto ao grupo Ibuyambo, Dizu se apresenta em vários países europeus e regularmente na África do Sul.

No dia 25 de julho (terça-feira), das 10h às 22h, acontece a masterclass de guitarra com Ismael Nascimento. Natural do Amazonas, Ismael é compositor, educador e produtor de conteúdo nas redes sociais. Tem doutorado em “jazzguitar” pela Universidade do Sul da Califórnia, em Los Angeles (EUA), onde conquistou vários prêmios. E das 15h às 16h30, a produtora do Amazonas Green Jazz Festival, que possui mais de 30 anos na execução de grandes eventos no Estado, Inês Daou, ministra a palestra “Estratégia organizacional do AGJF”, mostrando a importância da Comunicação para o sucesso dos planejamentos.

No dia 26 de julho (quarta-feira), às 10h, o ex-integrante da big band The United Nations Orchestra e referência da cultura jazzística e afro-cubana, Ignacio Berroa, comanda uma masterclass sobre bateria. E o saxofonista, compositor e arranjador brasileiro, Felipe Salles, vai lecionar, às 15h, uma masterclass sobre saxofone. Graduado em Jazz Performance, ele tem doutorado pela Manhattan School of Music e, desde 2010, é professor da University of Massachusetts.

E no dia 27 de julho (quinta-feira), das 10h às 12h, o público acompanha a masterclass sobre saxofone com Rodrigo Ursaia. Graduado pela Berklee College of Music e mestre pela Manhattan School of Music, o musicista abordará os subsídios técnicos para a interpretação e a improvisação no saxofone.

Pela tarde, às 15h, o engenheiro de gravação Clement Zular apresenta uma masterclass sobre áudio em grandes shows e festivais. Com ampla experiência em direção técnica, de sonorização e de palco, Clement atua como projetista em acústica e volta com novidades para apresentar o que há de mais moderno sobre o tema.

No dia 28 de julho (sexta-feira), às 15h, o jornalista americano Ted Panken apresenta a palestra “Jornalismo cultural: a cena do jazz”. Ted já escreve para grandes revistas do gênero, como Down Beat, Jazziz e Jazz Times. Além disso, é membro do comitê de indicação do prêmio Critics’ Choice Awards.

E para encerrar a programação acadêmica, no dia 29 de julho (sábado), às 10h, a brasileira Cristiane Bloes ministra uma masterclass sobre piano. Desde 1993, ela leciona no Conservatório de Tatuí, onde é coordenadora do departamento de Piano e Harpa. Tem mestrado na Universidade Estadual Paulista (Unesp), com foco em Teoria e Práxis do Processo Criativo.

Amazonas Green Jazz Festival

O Amazonas Green Jazz Festival é o maior festival do gênero da América Latina. A edição deste ano, intitulada “Ella’s”, faz uma homenagem às vozes femininas do jazz, com uma ampla programação entre os dias 21 e 30 de julho, no Teatro Amazonas, situado no centro histórico de Manaus. Além das palestras gratuitas, o festival também promoverá exposições na Casa do Jazz, o Jazz no Flutuante, entre outras atividades.

O evento é uma realização do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa e da Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural. Além disso, tem apoio da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Manauara Shopping e Hotel Juma Ópera, com produção da Iaí Promoções.

FOTOS: Divulgação

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6409