Aprovado requerimento de Ivo Neto para combater a exposição de crianças à mendicância em Manaus

Compartilhe:

Ver crianças e adolescentes pedindo esmolas pelas ruas e semáforos de Manaus passou a ser comum. Independentemente se são amazonenses ou venezuelanos, para modificar esta triste realidade são necessárias ações enfáticas do poder público. Nesta segunda-feira (7) no plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM), o vereador Ivo Neto (Patriota) voltou a pedir da prefeitura de Manaus informações sobre o número de crianças e adolescentes expostos à situação de mendicância em Manaus e quais as ações que o executivo municipal está tomando.

“Vem crescendo muito o número de crianças expostas à mendicância. Em muitas situações as mães e pais estão acompanhando os filhos que pedem nos semáforos”, explicou o Vereador.

Em pronunciamento na Casa, Ivo Neto, que é presidente da Comissão dos Direitos da Criança, do Adolescente e do Idoso (COMDCAI/CMM), chegou a citar denúncias que recebe a cerca da existência de uma máfia dos semáforos, onde pais estariam “alugando” filhos por algumas horas, além de pessoas que tomam pontos da cidade para colocar essas crianças para pedir.

“A maioria desses pais recebe algum tipo de auxílio, e mesmo assim, coloca seus filhos nas ruas. Em locais como a feira do Panair, Eldorado e semáforos do Boulevard, por exemplo, todos os dias existem crianças pedindo esmolas”, informou o parlamentar.

No Requerimento 48/22, o vereador pede providências da prefeitura, especialmente da Secretaria da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc) para que o programa Busca Ativa atue em parceria com os Conselhos Tutelares e outros órgãos, a fim de coibir a prática na capital.

“Precisamos nos unir e todos os dias nos pronunciar, pois é inadmissível pais colocando suas crianças expostas dessa forma. Recebemos denúncias de pessoas que colocam crianças nesses locais e no fim do dia vão recolher o dinheiro para uso de drogas. Precisamos unir forças”, finalizou Ivo Neto.

Não é a primeira vez que o vereador trabalha para combater a exposição de crianças e adolescentes à mendicância na capital, ele já fez projetos de lei, requerimentos e até lançou o primeiro Disk Denúncia da Comissão. Para fazer denúncias à COMDCAI é só entrar em contato pelo: (92) 9 8847-0062.

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6535