Alunos de Itacoatiara participam do projeto “Educação Empreendedora”

Compartilhe:

Em parceria com o Sebrae, ação acontecerá também em Manacapuru, Parintins e na capital

Em Itacoatiara (distante 176 quilômetros de Manaus), alunos da rede estadual de ensino participam, até a próxima sexta-feira (10/03), do projeto “Educação Empreendedora”, da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, executado com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Além do município, o projeto, que está na segunda fase, também será realizado em Manacapuru, Parintins e em Manaus.

O objetivo da iniciativa é desenvolver a cultura empreendedora entre os jovens e as competências necessárias para a construção de um negócio viável. Com os pressupostos do Novo Ensino Médio e em alinhamento com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o “Educação Empreendedora” foi realizado pela primeira vez em Itacoatiara, em 2022. O projeto integra o programa Educa+ Amazonas.

Nesta terça-feira (07/03), foi realizada a palestra “A educação empreendedora e a inclusão de jovens no mercado de trabalho”. Na cidade, 105 alunos, de diferentes unidades de ensino da rede pública estadual, estão participando das atividades, concentradas na escola polo, Escola Estadual Deputado Vital de Mendonça, e na Escola Estadual Sérgio Mendonça de Aquino, no Novo Remanso, zona rural do município.

O projeto

Idealizado pela Secretaria de Estado de Educação e Desporto, por meio do programa Educa + Amazonas, o projeto surgiu com o objetivo de despertar uma nova mentalidade entre os estudantes, por meio de processos dinâmicos de reflexão, conscientização e aplicação.

A coordenadora do projeto na Secretaria de Educação, Sheila Cordeiro, destacou o incentivo ao empreendedorismo nas escolas e o quão ligado ele está à vida dos estudantes.

“Acredito que seja uma oportunidade para aquele aluno que está concluindo o Ensino Médio e possa empreender um negócio de seu desejo, de modo que consiga adentrar no mercado de trabalho, após a conclusão da educação básica. Ele serve também para aquele aluno, que já possui um negócio familiar, aprimorar seu conhecimento e poder aplicá-lo nesse negócio de família”, disse a coordenadora.

O analista de negócios do Sebrae Amazonas, Ricardo Sampaio, falou sobre a importância do projeto nas escolas e que, mesmo com as dificuldades do período chuvoso, em Itacoatiara, os jovens estudantes tiveram uma aceitação positiva.

“Tem sido uma satisfação muito grande verificar que o projeto tem um impacto positivo não apenas na escola, mas também nos alunos. Apesar de estarmos passando por um período de chuvas muito intenso em Itacoatiara, estamos tendo uma presença significativa dos alunos e eles mostraram bastante interesse na atividade”, afirmou o analista.

2ª Fase

A coordenadora explicou sobre a segunda fase do projeto que também está previsto para acontecer em Parintins, no período de 13 a 17 de março, e em Manacapuru de 20 a 24 de março. Essa etapa envolverá um total de 610 alunos.

“Os módulos são divididos em fases com custo, estoque e preço. O aluno irá aprender a fazer a sua MEI, o seu registro de empresa e, ao final, o aluno sairá com um projeto de negócio viável que ele possa empreender e sair para o mercado de trabalho” explicou ela.

FOTOS: Divulgação/ Secretaria de Estado de Educação e Desporto

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6083