1º Encontro de Corais da Faartes será realizado no dia 20 de maio

Compartilhe:

Faculdade de Artes (Faartes) e o Coro de Câmara da Orquestra Sinfônica da Ufam (Osufam) promovem, no dia 20 de maio, a partir das 18h, o 1º Encontro de Corais da Faartes, com a participação do Madrigal do Amazonas e do Madrigal Amazonas (ESAT/UEA). O evento é aberto ao público e será realizado na galeria do Instituto Cultural Brasil Estados Unidos – Icbeu Manaus (Av. Joaquim Nabuco, 1286, Centro).

O Coro de Câmara da Ufam é um projeto de extensão da Faculdade de Artes, criado em 2018, com o objetivo de apresentar obras corais de todos os períodos, buscando uma performance diferenciada. É formado por alunos de Música e membros da comunidade externa, que adquirem uma experiência musical ímpar, tanto em repertório quanto em qualidade sonora e execução em alta qualidade.

Desde sua fundação, o Coro tem participado ativamente da vida artística de Manaus, tendo participado do Festival Amazonas de Corais (Famcor) em todas as edições a partir de sua fundação e do Encontro de Coros da PIB, em 2018. Também realizou concertos em parceria com a Orquestra de Violões do Amazonas e com a Banda dos Fuzileiros Navais do Amazonas.

O Coro está sob a regência e direção artística do maestro Hermes Coelho, docente da Faartes, e conta atualmente com a preparação vocal do discente Angelus Rodrigo.

Madrigal do Amazonas

Sob a regência da maestrina e professora Natalia Sakouro, o Madrigal do Amazonas é atualmente vinculado às atividades dos Corpos Artísticos da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, e cresceu a partir de sua versão anterior, o Madrigal da Casa de Música Ivete Ibiapina. Desde então, o conjunto tem tido uma importante participação na cena lírica amazonense, com destaque para as inúmeras produções integradas no Festival Amazonas de Ópera.

Madrigal Amazonas (ESAT/UEA)

O Madrigal Amazonas da Universidade do Estado do Amazonas (ESAT/UEA) é composto por alunos do curso de música e pessoas da comunidade em geral. Contempla um repertório eclético, com obras da Renascença até a Música Contemporânea. O acompanhamento ao piano e a técnica vocal são dos alunos do curso de música da UEA, Pedro Henrique Santos Panilha de Andrade e Alex Herculano de Araújo, respectivamente. A direção artística e regência é do maestro Adroaldo Cauduro.

Compartilhe:
Redação
Redação
Artigos: 6409